Agência rebaixa empresas e bancos; Petrobras perde grau de investimento

Sexta 11 Set 2015 - 08h27




Agência rebaixa empresas e bancos; Petrobras perde grau de investimento

Um dia após rebaixar o Brasil, a agência de avaliação de risco Standard & Poor's (S&P) cortou a nota de várias empresas e instituições financeiras brasileiras, nesta quinta-feira (10). Petrobras e Eletrobras, por exemplo, perderam o grau de investimento.

A nota da Petrobras em moeda estrangeira foi cortada em dois degraus, de "BBB-" para "BB", com perspectiva negativa --o que significa possível novo corte em breve. A agência diz que vê grande chance de o governo ter que ajudar as duas estatais.

Bradesco, Itaú Unibanco, Banco do Brasil, BNDES, Caixa Econômica Federal e Santander Brasil tiveram a nota de longo prazo reduzida de "BBB-" para "BB+", também perdendo o grau de investimento. E mais: com perspectiva negativa, ou seja, a nota pode cair novamente no curto prazo.

Também perderam o grau de investimento companhias como Comgas, Neoenergia, CCR, Arteris e Ecorodovias.

Perder o grau de investimento significa que a empresa deixou de ser considerada uma boa pagadora, um lugar recomendável para os investidores aplicarem seu dinheiro. Isso deve aprofundar a dificuldade dessas companhias para conseguir financiamentos.

Ambev, Globo, Multiplan, Ultrapar e Grupo Votorantim tiveram a nota cortada em um degrau, mas continuaram com o grau de investimento. A perspectiva, porém, é negativa.