Portal Livramento

Portal Livramento

Homem invade fazenda para matar Angelo Coronel; polícia procura possível mandante

Domingo 15 Mar 2020 - 19h31




Homem invade fazenda para matar Angelo Coronel; polícia procura possível mandante

Um homem foi preso em flagrante após invadir a fazenda de Angelo Coronel (PSD), em Coração de Maria, quebrar todos os móveis da casa e anunciar que queria matar o senador pela Bahia. O caso ocorreu na última segunda-feira (9). 

Um caseiro que estava na propriedade ouviu o homem durante a invasão e acionou a Polícia Militar. Os policiais interceptaram o suspeito que não teve identidade revelada. O homem foi encontrado enquanto quebrava móveis da casa de Coronel e gritava que iria “matar” o senador. O interior da casa foi inteiramente destruído e o homem foi encaminhado para uma unidade psiquiátrica de custódia. 

Em conversa com o Bahia Notícias, Coronel, que não estava no local, relatou que quer saber se existe um mandante para o crime. Na casa foi detectada uma poça de sangue no chão, no entanto o interceptado não estava ferido. 

“Minha propriedade fica até 3km da sede do município. Seria muito complicado para o homem chegar ao local a pé. Estamos aguardando as investigações para saber da existência de um mandante”, falou. 

A Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Legislativa investigam o caso.

 
 
 
Fonte - Bahia Notícias
 

Mega-Sena, concurso 2.242: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 8,5 milhões

Sexta 13 Mar 2020 - 10h49




Mega-Sena, concurso 2.242: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 8,5 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.242 da Mega-Sena, realizado nesta quinta-feira (12) no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 05 - 09 - 18 - 24 - 25 - 42.

A quina teve 89 acertadores; cada um receberá R$ 17.495,28. A quadra teve 4.514 vencedoras; cada uma ganhará R$ 492,77.

O próximo sorteio da Mega-Sena (concurso 2.243) ocorre no sábado (15). O prêmio é estimado em R$ 8,5 milhões.

 

Fonte - G1

VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 23.520.820 M³

Sexta 13 Mar 2020 - 08h14




VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 23.520.820 M³

O volume de água da Barragem Luis Vieira em Rio de Contas registrado hoje (13) é de 23.520.820 m³, que equivale a 23,67% de sua capacidade. Desde domingo vem chovendo com frequência, sendo registrado cerca de 118 mm na sede da Adib.

Novo coronavírus: governo antecipa pagamento do 13º para aposentados

Sexta 13 Mar 2020 - 08h00




Novo coronavírus: governo antecipa pagamento do 13º para aposentados

O Ministério da Economia anunciou nesta quinta-feira (12) a adoção de providências para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus para a população.

Entre as medidas anunciadas, está a antecipação, para abril, do pagamento de R$ 23 bilhões referentes à parcela de 50% do 13º salário aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS). A pasta também anunciou a suspensão, pelo período de 120 dias, da realização de prova de vida dos beneficiários do INSS.

Essas são as primeiras decisões tomadas pelo grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia de Covid-19, que se reuniu ao longo do dia. O colegiado foi instituído pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, com o objetivo de acompanhar a conjuntura e propor medidas para mitigar os efeitos econômicos do avanço da infecção no país.

O grupo é constituído por representantes de todas as secretarias especiais da pasta, sob a coordenação do secretário-executivo, Marcelo Guaranys. O colegiado monitora as áreas fiscal, orçamentária, crédito, gestão pública, questões tributárias, setor produtivo, relação federativa, trabalho e previdência.

"A gente tem grandes preocupações com cadeias produtivas, verificar o que está sendo desabastecido, o que precisa de auxílio, por exemplo, com produtos hospitalares, se precisa de alguma facilidade para desembaraço aduaneiro, se precisa de alguma redução de tarifa de exportação, que medida precisa ser adotada a cada momento necessário. Estamos acompanhando, obviamente, os indicadores da economia e a necessidade de remanejamento de orçamento", afirmou Marcelo Guaranys, ao comentar sobre como o grupo deve atuar.  

Juros do consignado
O grupo de monitoramento também anunciou que vai propor ao Conselho Nacional da Previdência Social a redução do teto dos juros dos empréstimos consignado em favor dos beneficiários do INSS, bem como a ampliação do prazo máximo das operações.

"Também proporemos, ao Congresso Nacional, via medida legislativa, a ampliação da margem consignável. Existe a margem consignável que é aquela parcela que a pessoa pode comprometer do seu orçamento, do seu salário, do seu benefício [no pagamento do empréstimo]", explicou o secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco. Atualmente, essa margem está em 30%, mas o governo ainda não definiu qual aumento vai sugerir na proposta.

O governo também estuda permitir novos saques imediatos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O saque imediato do FGTS foi iniciado em 2019 e vai até 31 de março deste ano. A medida permite o resgate de até R$ 998 por quem tem conta no fundo. "Com relação ao FGTS, é sim uma medida que estamos analisando, respeitando a sustentabilidade do fundo e o dinheiro dos cotistas. Todas as medidas, por isso mesmo digo monitoramento, elas serão tomadas quando necessárias", disse o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues Junior.

Medicamentos
Outra proposta anunciada pelo grupo é a definição, em parceira com o Ministério da Saúde, da lista de produtos médicos e hospitalares importados que terão preferência tarifária para garantir o abastecimento das unidades de saúde do país. Também serão tomadas medidas para priorizar o desembaraço aduaneiro de produtos médicos-hospitalares.

No âmbito da gestão pública, o governo deve publicar uma Instrução Normativa com recomendações relacionadas ao funcionamento do serviço público federal durante esse período de avanço das infecções pelo novo coronavírus.

"Outras medidas podem ser adotadas de acordo com o andamento dos trabalhos do grupo de monitoramento e orientações do Ministério da Saúde", informou o Ministério da Economia, em nota.

 

Fonte - Agência Brasil

Após queda recorde do petróleo, Petrobras reduz diesel em 6,5% e gasolina em 9,5%

Sexta 13 Mar 2020 - 07h53




Após queda recorde do petróleo, Petrobras reduz diesel em 6,5% e gasolina em 9,5%

A Petrobrás informou nesta quinta-feira (12) que vai reduzir o preço do diesel em 6,5% e o da gasolina em 9,5% nas refinarias a partir desta sexta (13). O movimento ocorre num momento em que a cotação do petróleo acumula forte queda diante do avanço coronavírus no mundo e dos possíveis impactos do vírus na atividade econômica global.

Os preços do petróleo seguiam em forte queda após as restrições a viagens impostas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta quinta-feira (12), em uma tentativa de parar a disseminação do coronavírus.

Os preços do petróleo já acumulam queda de cerca de 50% desde máximas tocadas em janeiro. Na segunda-feira, eles tiveram a maior queda percentual diária desde 1991, com a Guerra do Golfo, após a Arábia Saudita ter iniciado a guerra de preços, segundo o G1.

O repasse de ajustes dos combustíveis nas refinarias para o consumidor final nos postos, no entanto, não é imediato e depende de diversos fatores, como consumo de estoques, impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis.

Na semana passada, os preços do diesel e da gasolina recuaram nos postos, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O valor médio do litro da gasolina para o consumidor recuou 0,09%, a R$ 4,531, na sexta queda consecutiva. O preço do litro do diesel caiu 0,44% no período, para R$ 3,661, pela sétima semana seguida.

 

Fonte - BN

Estados do Nordeste questionam no STF represamento do Bolsa Família

Sexta 13 Mar 2020 - 07h50




Estados do Nordeste questionam no STF represamento do Bolsa Família

Sete estados da região Nordeste apresentaram uma ação cível originária no STF (Supremo Tribunal Federal), nesta quinta-feira (12), para questionar o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) sobre represamento de verbas do Bolsa Família na região.

A relatoria é do ministro Marco Aurélio Mello, com quem os procuradores buscam uma reunião para tratar da liminar onde pedem clareza sobre as regras do governo para definir a destinação dos recursos para cada região.

Na quarta, o governador Rui Costa (PT), da Bahia, recorreu ao TCU (Tribunal de Contas da União) em uma representação legal contra os cortes no programa.

A ação tem assinatura dos estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. Alagoas e Sergipe não assinaram.

Os procuradores alegam que dados do Ministério da Cidadania sobre o programa mostram que o tratamento dado à região não é o mesmo que recebem as regiões Sul e Sudeste.

Eles cobram ainda dados dos pedidos de ingresso que tenham sido indeferidos ou arquivados e que seja retomada a análise destes, respeitando as normas do programa, com celeridade e isonomia entre as regiões.

A ação aponta, por exemplo, que enquanto o Nordeste recebeu 3% dos benefícios do programa, Sul e Sudeste juntos somaram 75% (saiba mais aqui). O número de benefícios concedidos apenas em Santa Catarina é o dobro de toda a região nordestina.

Apesar de ter 939.594 famílias em situação de pobreza e sem o pagamento em dezembro, os estados do Nordeste contabilizaram apenas 3.035 benefícios concedidos em janeiro, somando toda a região.

"Coletamos dados, a ação foi instruída de informações técnicas, e chegamos à conclusão que havia um descumprimento de princípios constitucionais, sobretudo o dever do Estado brasileiro de eliminar desigualdades regionais e não criar distinções entre cidadãos brasileiros", explica o procurador-geral do Maranhão, Rodrigo Maia.

O encolhimento do programa aumenta a demanda social e pode sobrecarregar municípios, diz a ação. Os problemas começaram a ser notados no fim do ano passado, com lentidão na concessão dos benefícios e uma exclusão sem critérios claros.

"A gente pediu a liminar porque isso traz impactos sociais muito graves, principalmente para os nossos estados. Prejudica a economia e as políticas públicas do Estado, porque sobrecarrega", diz Maia.

Um levantamento da Folha de S.Paulo também apontou o congelamento do programa no governo Bolsonaro -entre as cidades mais pobres, uma a cada três, não teve liberação do auxílio desde novembro.

No ano passado, o governo passou a controlar a adesão ao programa devido a falta de verba, fazendo com que a fila extinta desde 2017 voltasse sem previsão para ser zerada.

Seguindo ordem da CGU (Controladoria-Geral da União), em janeiro, o Ministério da Cidadania respondeu a pedidos da Lei de Acesso à Informação. O governo, porém, divulgou a média anual da fila de espera -494.200 famílias.

 

Fonte - Bahia Notícias

LIVRAMENTO: MARÇO JÁ REGISTRA MAIS DE 100 MM DE CHUVA

Quinta 12 Mar 2020 - 10h12




LIVRAMENTO: MARÇO JÁ REGISTRA MAIS DE 100 MM DE CHUVA

Conforme já indicava a meteorologia, a primeira quinzena de março seria marcada por muitas chuvas em Livramento de Nossa Senhora. Desde domingo vem chovendo com frequência, sendo registrado cerca de 106 mm na sede da Adib. A partir desta quinta-feira (12), a chuva vai diminuir, o volume esperado é de 14 mm. Veja a previsão completa no gráfico para os próximos 15 dias. 




LIVRAMENTO: MARÇO JÁ REGISTRA MAIS DE 100 MM DE CHUVA

VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 21.998.840 M³

Quinta 12 Mar 2020 - 09h47




VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 21.998.840 M³

O volume de água da Barragem Luis Vieira em Rio de Contas registrado hoje (12) é de 21.998.840 m³, que equivale a 22,13% de sua capacidade. A esperança dos fruticultores é que o nível da barragem alcance, pelo menos, 25 milhões de m³ para garantir um dia de irrigação por semana em 2020. A previsão ainda indica chuvas para essa semana.

Prazo para saque imediato do FGTS termina em 31 de março

Quinta 12 Mar 2020 - 09h44




Prazo para saque imediato do FGTS termina em 31 de março

Mais de 35,5 milhões de trabalhadores que têm direito ao saque das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ainda não foram buscar o dinheiro a que têm direito. Nada menos que R$ 15 bilhões continuam à espera dos trabalhadores na Caixa Econômica Federal (CEF), mas é bom andar rápido: o prazo para retirá-lo acaba no fim deste mês.

“Cerca de R$ 15 bilhões ainda podem vir a ser sacados”, alertou ontem o subsecretário de Política Fiscal do Ministério da Economia, Marco Cavalcanti, lembrando que o período de saques expira dia 31.

Ele salientou ainda que esse dinheiro é importante para ajustar as contas dos consumidores e também para girar a economia. “Os saques foram importantes para manter a atividade aquecida no fim do ano passado e no início deste mês”, lembrou.

Segundo a Caixa, “63% dos 96 milhões de trabalhadores elegíveis ao Saque Imediato do FGTS haviam sacado os valores” até a última terça-feira. Representa que foram injetados na economia R$ 27,9 bilhões, dos R$ 42,6 bilhões liberados. A maior parte desses saques ocorreu logo depois que a medida entrou em vigor: em setembro e outubro do ano passado, foram retirados R$ 17,3 bilhões das contas do Fundo.Continua depois da publicidade


O saque imediato do FGTS foi instituído no ano passado, por meio de uma medida provisória e permite saques de até R$ 998 –– o valor inicialmente proposto pelo governo era de R$ 500, mas foi elevado durante a tramitação da proposta no Congresso –– das contas ativas e inativas. O valor foi depositado automaticamente nas contas-correntes de quem é cliente Caixa. Os demais trabalhadores podem efetuar a retirada nos terminais de autoatendimento, nas agências e nos correspondentes bancários da CEF ou nas casas lotéricas.

Saque aniversário

No próximo mês, com o fim das retiradas imediatas, entra em vigor outra medida de liberação de recursos do FGTS: o saque aniversário. Permite que se obtenha uma parcela das contas do Fundo no mês de nascimento do trabalhador que optar pelo formato. Esse percentual vai variar de R$ 50 a R$ 2,9 mil, de acordo com o saldo disponível na conta da pessoa.

Segundo o governo, mais de 2,6 milhões de trabalhadores se inscreveram para ter acesso às retiradas. As inscrições seguem até outubro na Caixa.

Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, até o fim deste mês, o governo vai regulamentar a possibilidade de usar o montante disponível no saque aniversário, no período de três anos, como garantia para empréstimos bancários e no cartão de crédito. A medida pode injetar mais de R$ 11 bilhões na economia.
IPCA fecha em 0,25% em fevereiro
Ainda sob influência da redução dos preços das carnes, a inflação brasileira ficou em 0,25% em fevereiro deste ano. O resultado, divulgado ontem pelo IBGE é o menor para o mês dos últimos 20 anos. E levou para 4,01% (quase o centro da meta de inflação, que é de 4% para este ano) o resultado acumulado pelo IPCA nos últimos 12 meses. As carnes, que já haviam ficado 4,03% mais baratas em janeiro, caíram mais 3,53% no mês passado –– por isso, tiveram o maior impacto negativo na inflação do mês passado. Também contribuiu para o índice de 0,25% a redução de preços de produtos como energia elétrica (-1,71%) e gasolina (-0,72%), que, segundo o IBGE, ficaram mais baratas devido à mudança da bandeira tarifária e da redução dos preços internacionais do petróleo.

 

Fonte - Correio Braziliense

Veja 10 verdades e 10 mentiras sobre a epidemia do novo coronavírus

Quinta 12 Mar 2020 - 09h35




Veja 10 verdades e 10 mentiras sobre a epidemia do novo coronavírus

O genoma do coronavírus isolado no segundo paciente brasileiro, que foi diagnosticado com a Covid-19 no último sábado, é diferente do encontrado no primeiro caso. Este é de cepa semelhante ao sequenciado na Inglaterra, ao contrário do primeiro — confirmado em 26 de fevereiro —, que tem proximidade com aqueles identificados na Alemanha. A afirmação é de Ester Sabino, diretora do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo. Além dos problemas causados pela doença, autoridades tentam descontruir informações erradas sobre o novo coronavírus.

“Ambos são diferentes das sequências chinesas. Tal fato sugere que a epidemia de coronavírus está ficando madura na Europa. Ou seja, já está ocorrendo transmissão interna nos países europeus. Para uma análise mais precisa, porém, precisamos dos dados da Itália, que ainda não foram sequenciados”, explicou.

O sequenciamento completo do segundo vírus foi concluído em apenas 24 horas, por pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz e da USP. Isso porque, segundo a pesquisadora, as instituições estavam preparadas para dar respostas rapidamente.

Para Ester, a principal vantagem do monitoramento em tempo real de uma epidemia é a possibilidade de identificar de onde exatamente veio o vírus que chegou ao país. Tal informação pode orientar ações de contenção e ajudar a reduzir a disseminação da doença. Continua depois da publicidade


“A epidemia está há algum tempo na Europa e passa de um país a outro. Mas nesse momento ainda não conseguimos saber se ela foi da China para a Alemanha e a Inglaterra, e de lá para a Itália, ou se foi para a Itália e de lá foi para a Inglaterra”, por exemplo.

Ela explica que a cada mês que passa o vírus sofre uma mutação e fica com uma espécie de código da região por onde passou, mostrando o seu caminho.

“Ainda é arriscado inferir muita coisa com apenas dois genomas, mas o que podemos dizer é que os dois casos não tiveram a mesma fonte de contaminação. Isso é importante para os epidemiologistas rastrearem a dinâmica da doença”, explica Claudio Sacchi, do Instituto Adolfo Lutz, que coordena os trabalhos.

O pesquisador salienta que os próximos sequenciamentos não devem ser tão rápidos. Para analisar os dois com um tempo tão curto — o primeiro havia sido apresentado na sexta e no sábado os pesquisadores receberam a segunda amostra — ele conta que os cientistas quase não dormiram.

“Foi importante porque eram os primeiros e a gente mostrou que temos capacidade, mas a partir de agora o trabalho deve ser mais sereno. Até porque não precisa ser tão rápido assim”, explicou.

O trabalho faz parte do projeto Centro Conjunto Brasil-Reino Unido para Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (Cadde), apoiado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pelo Medical Research Centers, do Reino Unido.
Boataria preocupa
A disseminação de informações equivocadas e sem comprovação científica sobre o novo coronavírus preocupa especialistas. A onda de fake news relatando curas e ameaças inexistentes tem se espalhado exponencialmente pelas redes sociais. De acordo com o Ministério da Saúde, desde o início da divulgação dos casos da doença pelo mundo, foram recebidas 6.500 mensagens, das quais 90% eram relacionadas à Covid-19 e, dessas, 85% eram falsas.

A professora do Hospital Universitário de Brasília da UnB, Valéria Paes Lima, alertou para os perigos da desinformação. “O grande risco é de que as pessoas adotem medidas que não são comprovadamente eficazes, o que pode aumentar o risco. As pessoas se apegam a algo que não funciona e têm a falsa sensação de proteção e segurança, não aderindo ao que realmente funciona”, afirmou.

O Ministério da Saúde lançou o aplicativo Coronavírus–SUS para ajudar a população no trabalho de informação em relação ao coronavírus. Entre outras coisas, traz informativos sobre os sintomas, prevenção, o que fazer em caso de suspeita e um mapa indicando as unidades de saúde próximas. A ideia é que os usuários de internet evitem acessar e compartilhar informações falsas sobre a epidemia. Na China aconteceram prisões por causa da divulgação de fake news sobre o coronavírus. Além disso, existe um número de WhatsApp para receber informações, que serão analisadas pelos técnicos do governo federal.

O infectologista André Bon, do Hospital Brasília, destacou a importância de procurar fontes corretas. “É preciso sempre um contraponto, ou confirmação do Ministério da Saúde, que é quem tem as principais informações. A contestação da eficácia do álcool em gel, por exemplo, é absurda”, disse.Continua depois da publicidade


Segundo o novo balanço divulgado ontem, o Brasil tem 433 casos suspeitos do novo coronavírus. Apesar de o número ter quase dobrado desde o último boletim, o Ministério avaliou que o número está dentro da normalidade e reforçou que a situação está sob controle.

Veja as principais 10 mentiras e 10 verdades sobre o novo coronavírus:
FALSO

1 - Beber água quente ou chás quentes matam o vírus

2 - Álcool gel não tem eficácia, mas vinagre tem

3  - Gargarejos são eficazes para combater o vírus nos primeiros dias, quando o coronavírus fica restrito à garganta

4  - O vírus é resistente em superfícies metálicas, onde pode ser manter vivo por até 12 horas

5  - China cancelou todos os embarques de produtos por navio até março

6- Médicos tailandeses curam coronavírus em 48 horas

7 - Existe semelhança do vírus HIV com o coronavírus

8 - Há medicamentos específicos eficazes contra o novo coronavírus

9 - Produtos enviados da China para o Brasil trazem o novo coronavírus

10 - Coronavírus veio de inseticida

VERDADEIRO

1 - Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas

2 - Realizar lavagem frequente de mãos

3 - Utilizar lenço descartável para higiene pessoal

4 - Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir

5 - Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca

6 - Higienizar as mãos após tossir ou espirrar

7 - Não compartilhar objetos de uso pessoal

8 - Mantes os ambientes bem ventilados

9 - Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença

10 - Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações

 

Fonte: Ministério da Saúde

VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 21.379.000 M³

Quarta 11 Mar 2020 - 09h03




VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 21.379.000 M³

O volume de água da Barragem Luis Vieira em Rio de Contas registrado hoje (11) é de 21.379.000 m³, que equivale a 21,52% de sua capacidade. A esperança dos fruticultores é que o nível da barragem alcance, pelo menos, 25 milhões de m³ para garantir um dia de irrigação por semana em 2020. A previsão ainda indica chuvas para essa semana. Confira o gráfico.




VOLUME DA BARRAGEM LUIS VIEIRA É DE 21.379.000 M³

Mega-Sena, concurso 2.241: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 4,5 milhões

Quarta 11 Mar 2020 - 08h28




Mega-Sena, concurso 2.241: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 4,5 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.241 da Mega-Sena, realizado nesta terça-feira (10) no Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 01 - 13 - 18 - 26 - 40 - 56.

A quina teve 33 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 31.946,06. A quadra teve 1.575 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 956,20.

Nesta semana, excepcionalmente há três sorteios – eles fazem parte da Mega Semana da Mulher. O concurso 2.242 está marcado para quinta-feira (12); o prêmio vai a R$ 4,5 milhões.

Habitualmente, os sorteios da Mega Sena acontecem às quartas e aos sábados.

 

Fonte - G1

Chapada: Caos na BA-142 segue sem solução e motoristas voltam a reclamar

Quarta 11 Mar 2020 - 08h20




Chapada: Caos na BA-142 segue sem solução e motoristas voltam a reclamar

O caos que se encontra a BA-142, principalmente o trecho entre Tanhaçu e Ituaçu, no sul da Chapada Diamantina, continua sem solução. Nesta terça-feira (10), um internauta enviou vídeo para o Jornal da Chapada e lembrou da promessa do início das obras de recuperação para março pela Secretaria Estadual de Infraestrutura. No vídeo, um motorista explica que o trecho de 25 quilômetros entre os dois municípios chapadeiros que fazia em 15 minutos agora ele leva quase uma hora, sem contar o desgaste do veículo. E com as chuvas que caem na região, a situação piora e muito.

“Vamos pedir uma resposta urgente dos políticos, do governador [Rui Costa], para ver o que eles vão responder para a gente: se essa estrada vai realmente sair ou se vão deixar a gente a mercês. Não tem condições de andar nessa estrada. Aqui vai ficar intransitável. Vai chegar uma hora que não terá como andar mais. É um absurdo, um descaso total. Desde o mês de setembro que estão falando que vão fazer e nada. Olha a situação dessa estrada. Um trecho que eu costumo gastar 15 minutos em 25 quilômetros de Tanhaçu a Ituaçu eu estou gastando de 50 minutos a uma hora. Se for fazer que comesse logo ou então, pelo menos, deem uma melhorada, tapa esses buracos até o início da obra. Senão vamos ter que fazer protesto de novo, vamos para cima deles dessa vez”, dispara o motorista indignado.

O contrato de empreitada para a recuperação e manutenção da BA-142, que passa por vários municípios turísticos da Chapada Diamantina foi publicado em fevereiro reacendeu a esperança de se ter uma via transitável e segura. A recuperação está programada para acontecer neste mês de março e vai cobrir trechos que vão do entroncamento da BA-245, em Itaetê, até o entroncamento da BR-242, em Andaraí, e sobe para Mucugê até Barra da Estiva. Conforme dados do governo estadual, via Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), as obras ainda passam por Ituaçu e pelo distrito de Sussuarana, em Tanhaçu, próximo da região Sudoeste.

A soma total dos trechos da BA-142 que serão recuperados é de quase 207km e está no pacote da licitação que foi concluída para a recuperação de um total de 745km na Chapada Diamantina e do Velho Chico. Entretanto, com a chuvas na região a população voltou a reclamar e cobrar celeridade das obras que também vão ajudar no escoamento da produção na região, além de dar segurança para quem trafega na via. Nesta terça-feira, o secretário estadual de Infraestrutura (Seinfra), Marcus Cavalcanti, esteve no programa #PapoCorreria, com o governador Rui Costa, mas ambos não tocaram no assunto. Falaram de outras obras de estradas no interior da Bahia, mas nada sobre a BA-142.

 

Fonte - Jornal da Chapada

Nível do Rio São Francisco continua subindo; vazão pode dobrar nos próximos dias

Quarta 11 Mar 2020 - 08h15




Nível do Rio São Francisco continua subindo; vazão pode dobrar nos próximos dias

O nível do Rio São Francisco continua subindo na área de Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, e a vazão pode dobrar nos próximos dias. Segundo dados publicados no site Bom Jesus da Lapa Noticias, a previsão da Companhia de Desenvolvimentos dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) é de que aumente de 2800m3/s para 5300 m3/s. Vazão é o volume do escoamento da água. E, como quase dobrará em pouco tempo, pode causar prejuízos em toda a extensão do São Francisco, principalmente nas áreas mais baixas, próximas ao nível do rio.

A estimativa é de que este nível seja superior ao medido em janeiro deste ano. Por isso, o alerta para boiadeiros e ribeirinhos que devem redobrar a atenção, pois as lagoas já estão cheias. Desde o início de 2020 que o aspecto do Rio São Francisco vem mudando na região de Bom Jesus da Lapa. Visto de cima da ponte Gercino Colho, o Velho Chico se apresenta cheio, bem diferente do que se verificou no início do ano passado, quando o rio chegou aos 4 metros, mas baixou rapidamente, chegando ao nível mais crítico já no final de janeiro daquele ano.

A cheia do São Francisco em 2020 tem sido diferente e surpreende até os ribeirinhos que já convivem há muitos anos na região. Considerando que nos primeiros dois meses a dinâmica do rio tem se comportado de forma atípica, chegando a mais de 7 metros no início de fevereiro, e mesmo o nível recuando mais de 2 metros, a vazão vem se mantendo acima da média histórica para o período. E para a alegria da maioria dos moradores e preocupação de alguns, o Velho Chico voltou a subir novamente no início da semana, marcando na segunda-feira (2), 5,06 metros acima do normal.

Já no final da começo da manhã desta sexta-feira (6), o nível  do rio São Francisco em Bom Jesus da Lapa marcou 6,30 metros, mostrando que o rio aumentou 1, 24 metros desde o começo da semana. Na cidade de Malhada, distante 148km de Bom Jesus da Lapa, na divisa do Estado com Minas Gerais, onde o leito do rio é mais largo, o São Francisco também continua subindo. O rio está com 5,53 metros acima do normal, conforme a conta registrada na manhã do dia 5.

O aumento do nível do São Francisco na região é resultado das chuvas que têm atingido de forma mais intensa ou mais branda na atual temporada em toda a bacia hidrográfica do Rio São Francisco, das regiões central e norte de Minas Gerais e oeste da Bahia e agora pela abertura das comportas da Barragem de Três Marias, o que não acontecia há oito anos. A orientação das autoridades para quem mora às margens ao rio é ficar em alerta para evitar surpresas que possam causar prejuízos materiais e a vida das pessoas. Com informações do site Bom Jesus da Lapa Notícias.