Portal Livramento

Portal Livramento

Rio de Contas: após alerta feito pelo Vereador Dr. Vinicius Costa, DNOCS admitiu grau de risco e informou que vai contratar especialistas para corrigir ‘anomalias’ na barragem Luiz Vieira

Quarta 06 Fev 2019 - 16h59




Rio de Contas: após alerta feito pelo Vereador Dr. Vinicius Costa, DNOCS admitiu grau de risco e informou que vai contratar especialistas para corrigir ‘anomalias’ na barragem Luiz Vieira

Na quarta-feira, dia 30, o Vereador de Rio de Contas, Dr. Vinícius Costa, que também é advogado, esteve na redação do site Bahia Notícias para fazer um alerta sobre o possível risco de rompimento da barragem Luiz Vieira, que fica localizada no município de Rio de Contas e fornece água para consumo humano de diversas localidades, além de fornecer para o perímetro irrigado em Livramento de Nossa Senhora e Dom Basílio.

Na sexta-feira, dia 1º, o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS), através da sua coordenação estadual, emitiu uma nota oficial em que afirma categoricamente que a barragem não ‘está em iminência de rompimento’. No entanto, uma outra informação, constante na mesma nota, chamou a atenção. Segundo o DNOCS, existe uma classificação de risco, que vai de Zero a Três, onde o Zero é o menor risco e o Três é o risco iminente de rompimento. A Barragem Luiz Vieira, nessa tabela de classificação, estaria no grau 2, ou seja, um abaixo do risco iminente de rompimento. O próprio órgão reconheceu ainda que existem ‘anomalias’ na barragem e informou que pretende contratar especialistas para corrigir estas anomalias.

A nossa redação manteve contato com o Vereador Dr. Vinícius Costa, que na oportunidade esclareceu que, em nenhum momento, a sua intenção foi causar pânico, mas sim alertar a população e o próprio órgão sobre a necessidade de se adotar medidas necessárias de prevenção. Ele informou ainda que, na próxima sexta-feira (08) vai dar entrada numa representação no Ministério Público Federal (MPF), sediado em Guanambi, requerendo a adoção das providências legais para evitar uma tragédia.

 

Fonte - Sertão Hoje

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.