Portal Livramento

Portal Livramento

Ultramaratonista brasileiro quebra recorde mundial após correr 827km em 7 dias

Domingo 05 Jul 2015 - 18h43




Ultramaratonista brasileiro quebra recorde mundial após correr 827km em 7 dias

Sete dias827,16 quilômetros percorridos (quase 20 maratonas) e apenas 18 horas de sono. Esses são os números do Desafio de Quebra de Recorde Mundial do ultramaratonista carioca Marcio Villar. Às 11h deste sábado, o corredor brasileiro ultrapassou a marca de maior distância percorrida em sete dias e entrará para oGuinness Book.

 

É do Brasil! Marcio trouxe o recorde para o país ao superar o francês Pierre-Michael Micaletti, cuja marca era de 822,31 km percorridos em sete dias. Agora o brasileiro espera a homologação no livro dos recordes. Para isso, o desafio de Villar foi monitorado por quatro câmeras o tempo todo e teve o testemunho de mais de 84 pessoas maiores de 18 anos, exigências do Guinness.

Nas últimas 24 horas, a única palavra que passava na mente de Villar era superação. As lágrimas caíam pelo rosto evidenciando a exaustão do corpo, o tênis teve que ser rasgado para que o pé suportasse seguir correndo na esteira, as visitas e mensagens de apoio o estimulavam. Durante uma semana, o atleta teve a companhia de 112 pessoas comuns correndo a seu lado para incentivá-lo.

Ao descer da esteira instalada no Américas Shopping, no Rio de Janeiro, Marcio agradeceu ao apoio de todos: “Sem todos que vieram ao shopping prestigiar e apoiar durante a semana eu não teria conseguido. Hoje com certeza é o dia mais feliz da minha vida. Já estou cadastro no Guinness desde 2011 para tentar este recorde e agora consegui. Podem me chamar de louco, suicida, mas isso é amor e dedicação. Eu consegui, realizei um sonho”.

O recorde tem também o suor das 112 pessoas que correram nas esteiras ao lado do novo recordista. Todos que participaram contribuíram para a campanha “Let’s Move For a Better World”, promovida mundialmente pela Technogym, que recolheu mais de 1.200 latas de leite em pó para o Instituto do Câncer (INCA). A Technogym também foi a responsável pelo fornecimento das esteiras com alta tecnologia utilizadas no desafio.

O carioca realizou um feito como ir correndo do Rio de Janeiro a Porto Seguro, no litoral sul da Bahia, em uma semana. Marcio saiu da esteira por cerca de 4 horas a cada dia, quando recebeu cuidados de fisioterapia e acupuntura. Segundo o atleta, o desespero bateu diversas vezes, chegou a perder o foco por instantes, mas não podia decepcionar a tantas pessoas que o apoiaram desde o começo. “Até o último minuto eu não vou desistir”, foi o que disse ao completar 700 km, quando o cansaço já era visível e a dor nas pernas e pés já se tornava quase insuportável.

Alguns atletas famosos estiveram entre as milhares de pessoas que o incentivaram. Os ex-jogadores do Flamengo Zinho e Aílton estiveram no shopping para dar uma força, o atleta Rodrigo Pimpão, do Botafogo, time de coração de Marcio, enviou um vídeo de incentivo e carinho, assim como Gérson, o Canhotinha de ouro.

A exaustão física pesou na reta final e a tática para conseguir o recorde foi suspender as horas de sono de sexta para sábado. O colchão inflável que ficava ao lado da esteira foi recolhido e ele seguiu se alimentando de purês e sopas enquanto corria.

Nos últimos quilômetros, dor e sofrimento foram substituídas por festa. A cada quilômetro percorrido o público no shopping comemorava muito. Para incentivar o atleta, um DJ colocou músicas na reta final e o ultramaratonista cantava com a plateia cada nova canção para não perder o foco. Nos últimos cem metros para o recorde, Marcio pediu um microfone e fez a contagem regressiva enquanto colocava o Brasil no livro dos recordes. Após a conquista, o atleta fez uma volta olímpica no shopping e depois deitou para receber massagem da equipe médica. As informações são da Agência Ideal. Fotos: Gerlan Cidade.

 

Fonte - Folha Vitória 

Chile bate a Argentina nos pênaltis e conquista a Copa América, seu 1º título

Sábado 04 Jul 2015 - 20h32




Chile bate a Argentina nos pênaltis e conquista a Copa América, seu 1º título

Foi sofrido, nos pênaltis, diante de uma torcida apaixonada. E nesse sábado, no Estádio Nacional, na Capital Santiago, o Chile conquistou sua primeira Copa América em quase 100 anos do torneio continental e também seu primeiro título oficial da história. A seleção chilena empatou por 0 a 0 com a Argentina no tempo normal e na prorrogação e venceu nos pênaltis por 4 a 1. Dessa forma, garantiu vaga na Copa das Confederações de 2017 na Rússia.

Matías Fernandes, Vidal, Aránguiz e Sánchez converteram suas cobranças, enquanto Messi foi o único argentino a balançar as redes nas penalidades. Assim, a Argentina continua com a seca de títulos que já dura 22 anos, desde 1993, quando venceu a mesma Copa América. Nas quatro linhas, o Chile foi mais organizado e melhor em campo, mas falhou na hora de decidir, enquanto a Argentina teve noite pouco inspirada e dependeu demais de lances geniais de Messi.

 

Fonte - Uol Esporte

Com bomba artesanal, dupla explode caixa eletrônico em Mansidão

Sábado 04 Jul 2015 - 20h01




Com bomba artesanal, dupla explode caixa eletrônico em Mansidão

Dois homens explodiram um caixa eletrônico na madrugada deste sábado (4) no município de Mansidão, no oeste baiano. Segundo o G1, o crime ocorreu por volta de 2h30 em na agência do Banco do Brasil. A Polícia Militar informou que os suspeitos chegaram ao local de moto. A dupla utilizou uma bomba artesanal, que danificou apenas uma parte do caixa como o teclado. A explosão também não danificou a estrutura da agência pois a parte administrativa fica em uma área separada do terminal. Os suspeitos fugiram sem conseguir levar o dinheiro e, até o momento, não foram localizados.

 

Fonte - Bahia Notícias

Mega-Sena terá três sorteios na próxima semana

Sábado 04 Jul 2015 - 19h55




Mega-Sena terá três sorteios na próxima semana

A Mega-Sena terá três sorteios na próxima semana. As apostas normalmente valem para uma das duas edições semanais – às quartas-feiras e sábados – mas, pela segunda vez neste ano, o jogo sofrerá alterações. Durante a Mega Semana de Férias, os dias serão modificados, com sorteios na terça (7), quinta (9) e sábado (11). A Mega Semana das Mães, em maio, foi a primeira versão de 2015, que também terá edições especiais em agosto (Pais), outubro (Primavera), novembro (República) e dezembro (Natal). As apostas têm valor mínimo de R$ 3,50 e podem ser feitas até as 19h do dia do jogo. Neste sábado(4), a Mega-Sena pode pagar até R$ 11,5 milhões.

 

Fonte - Bahia Notícias 

CLÍNICA ODONTOLÓGICA VOLTE A SORRIR

Sábado 04 Jul 2015 - 11h35




CLÍNICA ODONTOLÓGICA VOLTE A SORRIR

Venha fazer seu tratamento dentário na clínica Volte a Sorrir. Aqui você encontra ótimos preços e um excelente atendimento. 




CLÍNICA ODONTOLÓGICA VOLTE A SORRIR

Hamilton faz festa da torcida e fica com pole na Inglaterra; Massa é 3º

Sábado 04 Jul 2015 - 10h35




Hamilton faz festa da torcida e fica com pole na Inglaterra; Massa é 3º

Em mais um treino classificatório dominado pela Mercedes, Lewis Hamilton fez a festa da torcida ao conquistar a pole position para o Grande Prêmio da Inglaterra, neste sábado (04), em Silverstone. O brasileiro Felipe Massa largará na terceira colocação, enquanto Felipe Nasr sai em 16º.

Esta foi a oitava pole conquistada por Hamilton em nove corridas nesta temporada. Para ficar com a primeira posição, o inglês cravou o tempo de 1min32s248 no Q3. A segunda colocação no grid ficou com seu companheiro Nico Rosberg, com 1min32s361. 

Raikkonen surpreendeu ao ser o mais rápido do Q1, deixando Rosberg na segunda colocação. Vettel, Hamilton e Bottas completaram os cinco primeiros. Massa terminou apenas em nono lugar, enquanto Nasr acabou eliminado logo na primeira parte do treino, em 16º. Após o treino, o piloto da Sauber culpou um erro nos cobertores dos pneus pelo desempenho abaixo do esperado.

Mais uma vez a decepção ficou por conta dos carros da McLaren, com Fernando Alonso e Jenson Button eliminados ainda no Q1. Will Stevens e Roberto Merhi, ambos da Manor, foram os outros cortados.

No Q2,  Mercedes voltou à ponta com Rosberg e Bottas surpreendeu ao fazer o segundo tempo. Hamilton, Kvyat e Vettel completaram os cinco primeiros. Massa também conseguiu avançar à parte final do treino em sétimo lugar e Raikkonen ficou em nono. Foram eliminados Perez, Grosjean, Verstappen, Maldonado e Ericsson.

Em sua primeira tentativa no Q3, Hamilton mostrou que cresce nos momentos decisivos. O inglês cravou o melhor tempo do fim de semana e botou pressão sobre Rosberg, que não conseguiu superar a marca após duas tentativas. No fim, Massa conseguiu uma boa volta e 'roubou' a terceira colocação de seu companheiro de equipe.

O GP da Inglaterra tem largada às 9h (de Brasília) deste domingo e terá transmissão pelo Placar UOL Esporte

 

Fonte - Uol Esporte

Chile x Argentina e Chapecoense x Vasco na tela do SporTV neste sábado

Sábado 04 Jul 2015 - 10h31




Chile x Argentina e Chapecoense x Vasco na tela do SporTV neste sábado

É dia de decisão na tela do SporTV! Com pré-jogo desde às 15h30, o Canal Campeão mostra tudo sobre a final da Copa América, entre a Argentina de Lionel Messi e Ángel Di María e o Chile de Alexis Sánchez e Arturo Vidal. A bola rola às 17h, com narração de Milton Leite e análises de Ricardo Rocha e Maurício Noriega.

Pela Copa do Mundo Feminina, também às 17h, oSporTV2 exibe Alemanha x Inglaterra, em jogo que define o terceiro lugar do torneio. O futebol, porém, começa cedo na programação: às 11h, Ajax e Dinamo Moscou duelam no SporTV.

O Brasileiro também tem vez na programação doSporTV e do PFCI. Às 21h, Julio Oliveira narra o jogo entre Chapecoense e Vasco, direto da Arena Condá. Carlos Eduardo Lino fica responsável pelos comentários. Às 23h08, Kaká entra em campo pelo Orlando City para enfrentar o Real Salt Lake, pela MLS, no SporTV2. Confira a lista completa dos jogos do dia mais abaixo.

O dia tem ainda finais

do Grand Prix de judô, treinos do GP de Fórmula 1 de Silverstone, Brasil x Sérvia pelo Gran Prix de vôlei feminino às 4h (de Brasília), Roger Federer no Torneio de Wimbledon e decisões do Mundial de vôlei de praia, que acontece na Holanda.

Além das competições, o "SporTV News" aparece às 10h15 (de Brasília) com as primeiras notícias da manhã. O "Tá na Área" esquenta o dia às 15h. Após a decisão da Copa América, tem o"Seleção SporTV Especial", com a repercussão da finalíssima. Às 23h, o "Troca de Passes" repercute os jogos da 11ª rodada do Brasileirão. Encerrando o dia, o "SporTV News"tem sua edição da noite, às 00h30, com o balanço do dia.

 

Fonte - Sport Tv News

Pellegrino e Josias Gomes são 'exonerados' por 5 dias de secretarias do governo

Sábado 04 Jul 2015 - 10h30




Pellegrino e Josias Gomes são 'exonerados' por 5 dias de secretarias do governo

Os secretários de Turismo, Nelson Pellegrino, e de Relações Institucionais, Josias Gomes, serão exonerados por cinco dias do alto escalão do governo baiano.  Os dois viajam para Brasília nesta segunda-feira (6) para assinar emendas de 2014, quando atuavam como deputados federais, e reassumem as pastas do estado na quinta-feira (9). "Nós estamos cumprindo o que determina o Ministério do Planejamento. Feitas as assinaturas das emendas, voltaremos para os mesmos postos do governo", relatou Josias Gomes em entrevista ao BN. Segundo Gomes, a decisão foi abalizada pelo governador Rui Costa. A determinação do afastamento temporário foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado deste sábado (4), que também traz exonerações e nomeações de assessores. Com a medida os suplentes de Pellegrino, Davidson Magalhães (PC do B), e de Josias, Fernando Torres, que assumiram no lugar deles, em 2015, ficam sem o mandato federal temporariamente. 

 

Fonte - Bahia Notícias 

Parte dos trabalhadores só vai receber abono salarial deste ano em 2016

Sexta 03 Jul 2015 - 10h10




Parte dos trabalhadores só vai receber abono salarial deste ano em 2016

Parte do pagamento do abono salarial deste ano será pago em 2016. A medida tinha sido proposta pelo governo, como parte do ajuste fiscal, e foi aprovada nesta quinta-feira (2) pelo Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador). O Codefat é composto por representantes dos trabalhadores, empregadores e governo.

Com isso, cerca de R$ 9 bilhões que seriam pagos neste ano ficarão para 2016.

O abono salarial é o benefício pago pelo governo a quem recebeu até dois salários mínimos por mês no ano anterior. O abono pode chegar a até um salário mínimo e o pagamento é feito de acordo com a data de nascimento dos beneficiados. 

Nove parcelas, de julho de 2015 a junho de 2016

Com a mudança aprovada, os pagamentos do abono serão feitos em nove parcelas, entre julho deste ano e junho de 2016. No ano passado, o pagamento para todos os trabalhadores foi feito em quatro datas, entre julho e outubro. 

Agora, segundo o Ministério do Trabalho, os nascidos no segundo semestre (julho a dezembro) recebem ainda neste ano. Já os nascidos no primeiro semestre (janeiro a junho) recebem só no primeiro trimestre de 2016. 

Quem receber no ano que vem vai receber o valor ajustado, já de acordo com o salário mínimo válido para 2016.

Quem tem direito pode receber o valor do abono na folha de pagamento, nas agências ou caixas eletrônicos da Caixa Econômica, ou por crédito em conta (caso ela seja da Caixa).

 

Fonte - Uol Economia 

FORRÓ VIP: BAR DAS COLEGUINHAS

Quinta 02 Jul 2015 - 10h54




FORRÓ VIP: BAR DAS COLEGUINHAS

As coleguinhas Simone e Simaria se apresentam dia 19 de julho no Clube de Campo Caiçara, com produção de Nei Trindade. Confira a agenda de shows do mês de julho.




FORRÓ VIP: BAR DAS COLEGUINHAS

Com manobra ‘cunhada’ em regimento, Câmara aprova redução da maioridade penal

Quinta 02 Jul 2015 - 09h48




Com manobra ‘cunhada’ em regimento, Câmara aprova redução da maioridade penal

Vinte e quatro horas depois de ver rejeitada a redução da maioridade penal para crimes hediondos e graves, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), conseguiu aprovar há pouco uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) mais branda costurada por ele com seus aliados. Após uma manobra apelidada pelos deputados governistas de "pedalada regimental" e mais de cinco horas de discussão sem manifestantes, mas com direito a dedos em riste e medidas procrastinatórias por parte dos partidos da base do governo, os parlamentares aprovaram por 323 votos a favor, 155 contra, duas abstenções e quatro obstruções a proposta que determina que jovens com mais de 16 e menos de 18 anos sejam punidos como adultos quando praticarem crimes hediondos, homicídio doloso (com intenção de matar) e lesão corporal seguida de morte. O texto também determina, de acordo com o Estadão, que os criminosos desta faixa etária cumprirão pena em unidades específicas que devem ser construídas por União e Estados. Cunha articulou a solução com seus aliados ainda na madrugada de ontem. Líderes do PSD, do PHS e do PSC apresentaram a emenda que excluía dos crimes passíveis de redução da maioridade tráfico, roubo com causa de aumento de pena, terrorismo e lesão corporal grave, como previa o texto rejeitado ontem por ter atingido apenas 303 votos. Por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 votos. Deputados governistas acusaram Cunha de golpe e disseram que irão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). "Não imagine que com atitude ditatorial vai intimidar quem quer que seja. Com atitude ditatorial o senhor não vai fazer com que seus interesses prevaleçam. O Parlamento brasileiro não é a casa de vossa excelência", esbravejou o deputado Glauber Braga (PSB-RJ). Cunha reagiu: "Não se dê o direito de desrespeitar o presidente da Casa", afirmou. "Quem não concorda com a decisão, recorra à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) ou ao STF". Para os governistas, Cunha armou um "golpe regimental" por não ter se conformado com a derrota da medida que defende. Os deputados argumentam que esta emenda aglutinativa não tem fundamentação em propostas apresentadas durante o período de discussão da sessão de ontem e, portanto, não poderia ser votada. "Ele não aceita derrota. Esta aglutinativa não tem suporte de conteúdo", afirmou a líder do PC do B, Jandira Feghali (RJ). "Vamos lutar para evitar um golpe regimental", disse a deputada antes da votação. O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) disse que Cunha praticava uma "pedalada regimental", em alusão às pedaladas fiscais. Já o deputado Chico Alencar (Psol-RJ) disse que o presidente da Casa estava cometendo um estupro do regimento. "Há uma violência na interpretação da matéria". Aliados de Cunha negaram manobra e dizem que a aglutinativa é regimental, pois baseia-se em elementos do texto original, ainda não votado. "PECs não votadas podem ter partes de seu texto aglutinadas em um texto de consenso. Não é manobra. É um caminho legítimo", afirmou o líder do DEM, Mendonça Filho (PE).

 

Fonte - Bahia Notícias 

Jorge Portugal diz que Dois de Julho é mais importante do que Sete de Setembro

Quinta 02 Jul 2015 - 09h45




Jorge Portugal diz que Dois de Julho é mais importante do que Sete de Setembro

O Dois de Julho, na concepção do secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, é mais importante do que o Sete de Setembro – data que marca a independência do Brasil da coroa portuguesa. De acordo com o gestor, “o sangue da libertação correu aqui”. “O Sete de Setembro foi um ato mais simbólico. O Brasil só foi libertado de Portugal aqui. Os portugueses queriam reconquistas o Brasil pela Bahia”, contou, em entrevista ao Bahia Notícias, durante o cortejo da festa. Ainda de acordo com Portugal, a data está um pouco esquecida, pois as escolas não ensinam mais história da Bahia. “Eu aprendi a história do Dois de Julho com dez anos, no ensino fundamental, pois havia a matéria História da Bahia. Hoje não tem mais”, lamentou.

 

Fonte - Bahia Notícias 

Senado estende PEC da Bengala a funcionalismo público

Quinta 02 Jul 2015 - 09h39




Senado estende PEC da Bengala a funcionalismo público

O Senado aprovou nesta quarta-feira (1º) o projeto que estende os efeitos da chamada PEC da Bengala para todos os servidores públicos da União, Estados e municípios. Com isso, a idade da aposentadoria obrigatória no funcionalismo público passa a ser 75 anos e não mais 70, assim como aconteceu com os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O autor da proposta, José Serra (PSDB-SP), argumenta que, ao postergar a aposentadoria dos servidores, a medida vai trazer uma economia às três esferas públicas na ordem de R$ 1 bilhão. Ele também afirma que hoje, com a melhora da expectativa de vida, muitas pessoas querem ter a opção de se aposentar mais tarde para continuar ganhando o salário integral. O texto segue agora para a apreciação na Câmara dos Deputados. Apesar de o projeto ter sido aprovado por 59 votos a 5, a matéria foi questionada por diversos parlamentares. Sob o argumento de que seria inconstitucional o Legislativo interferir em questões do Poder Judiciário e do Ministério Público, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) chegou a apresentar uma emenda para que os membros desses órgãos não recebessem o benefício. A emenda foi rebatida pelo senador Aloysio Nunes (PSDB-SP). "Quanto à constitucionalidade, a prosperar o ponto de vista do senador Randolfe, nós não poderíamos ter votado, aprovado, comemorado a promulgação da PEC da Bengala", disse. Segundo o tucano, a PEC que aumentava o limite do tempo máximo de permanência no serviço público de magistrados de tribunais superiores era justamente uma norma que afetava questões relativas ao Poder Judiciário. Randolfe também argumentou que o projeto impediria a renovação dos quadros nesses órgãos. "Os cinco anos a mais irão, no caso do Ministério Público dos Estados e do Judiciário, impedir a reoxigenação, e irão perpetuar estruturas de poder carcomidas que poderiam e deveriam ser sucedidas", disse. Serra protocolou o projeto no Senado em maio, um dia depois de a Câmara ter aprovado a chamada PEC da Bengala, que estabelecia a medida exclusivamente à cúpula do Judiciário, que abrange o STF e tribunais superiores. Como o texto já havia sido aprovado pelo Senado em dois turnos, em 2007, ele foi direto para a promulgação na Casa. Na época, a aprovação da PEC foi vista como uma derrota para o governo, já que a presidente Dilma Rousseff perdeu a chance de indicar 20 ministros durante o período do seu segundo mandato, sendo cinco deles indicações para o Supremo.

 

Fonte - Bahia Notícias

Câmara rejeita redução da maioridade penal para 16 anos por apenas 5 votos

Quarta 01 Jul 2015 - 09h20




Câmara rejeita redução da maioridade penal para 16 anos por apenas 5 votos

Depois de um dia tumultuado, com protestos dentro e fora do Congresso Nacional, a Câmara dos Deputados rejeitou, na madrugada desta quarta-feira, 1º, texto substitutivo da PEC 171, que reduziria a maioridade penal de 18 para 16 anos para alguns crimes, sobretudo hediondos. Foram 303 votos a favor. Como se tratava de uma Proposta de Emenda à Constituição, eram necessários 308. Um total de 184 deputados foram contrários e 3 se abstiveram.

Principal defensor da redução, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ficou em silêncio ao ver o resultado. "A gente sabia que ia ser uma luta. Eu fico feliz de a gente ter conseguido levar a votação. Apesar de todos os contratempos, foi uma sessão histórica", disse ele, após a votação. Dezessete peemedebistas votaram contra a orientação do partido.

O texto discutido na Câmara reduziria de 18 para 16 anos a maioridade penal para crimes hediondos, homicídio doloso, tráfico de drogas, lesão corporal grave ou seguida de morte e roubo com causa de aumento de pena, como o uso de arma. O governo manobrou contra a proposta durante todo o dia.

O governo Dilma Rousseff defende que se mexa no prazo máximo de internação de menores que cometem crimes hediondos, passando do limite de 3 para 8 anos. Proposta nesse sentido, do senador José Serra (PSDB-SP), começou a ser discutida nesta terça, 30, no Senado, mas teve o debate adiado.

O texto rejeitado na Câmara era um substitutivo apresentado na comissão especial que discutiu o tema. Com a rejeição, os deputados votarão o texto original, que determina a redução da maioridade penal para todos os tipos de crime. A sessão, que durou cerca de cinco horas, foi marcada por discussões acaloradas.

"Não somos vingadores. Somos legisladores. Temos de garantir o futuro da nossa juventude. O mesmo Estado que não acolhe, que não dá educação, cultura, lazer, não pode ser o Estado da punição", disse Ivan Valente (PSOL-SP).

Integrante da chamada "bancada da bala", o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), coronel da reserva da Polícia Militar, criticou texto escrito pelo grupo parlamentar contrário à redução da maioridade penal. "Quem escreveu isso aqui ou fumou maconha estragada ou não sabe o que diz", afirmou da tribuna.

Ao concluir seu discurso, Fraga foi alvo de manifestação de estudantes que acompanhavam a sessão nas galerias do plenário. Outros deputados da "bancada da bala", todos vestindo camisetas pretas onde se lia "redução da maioridade penal já", reagiram.

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ficou em silêncio ao ver o resultado 

O Capitão Augusto (PR-SP) olhou para os manifestantes e friccionou os dedos, insinuando que havia recebimento de dinheiro. Concluída a votação, manifestantes comemoraram a rejeição cantando "O Cunha é ditador", "Nas ruas, nas praças, quem disse que sumiu, aqui está presente o movimento estudantil".

 

Fonte - A Tarde