Portal Livramento

Portal Livramento

Mega-sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 40 milhões

Quinta 09 Jul 2020 - 08h43




Mega-sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 40 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.277 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (8), na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou e está estimado em R$ 40 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 10 - 22 - 23 - 37 - 53 - 60 - segundo o G1.

A quina teve 89 acertadores; cada um receberá R$ 31.990,12. A quadra teve 5.597 apostas vencedoras; cada uma ganhará R$ 726,69.

 

Fonte - Bahia Notícias

LIVRAMENTO: PREVISÃO INDICA BAIXAS TEMPERATURAS NOS PRÓXIMOS 15 DIAS

Quarta 08 Jul 2020 - 11h14




LIVRAMENTO: PREVISÃO INDICA BAIXAS TEMPERATURAS NOS PRÓXIMOS 15 DIAS

Com o início do inverno, já é possível sentir temperaturas amenas em Livramento de Nossa Senhora. Na madrugada desta quarta-feira (08) os termômetros registraram 14ºC, podendo chegar a 28ºC ao longo do dia. Para os próximos 15 dias, a temperatura mínima varia de 14ºC a 18ºC, a máxima de 23ºC a 28ºC. Neste período não há previsão de chuva e a umidade varia de 20 a 56%. Confira a previsão completa no gráfico da Seagri. 




LIVRAMENTO: PREVISÃO INDICA BAIXAS TEMPERATURAS NOS PRÓXIMOS 15 DIAS

Reabertura de agências do INSS é adiada para 03 de agosto

Quarta 08 Jul 2020 - 10h39




Reabertura de agências do INSS é adiada para 03 de agosto

A reabertura gradual de agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foi adiada para o dia 3 de agosto deste ano, segundo texto publicado no DOU (Diário Oficial da União) desta quarta-feira (8).

O atendimento exclusivo por meio de canais remotos fica prorrogado até o dia 31 de julho e continuará sendo realizado mesmo após a reabertura das agências.

O adiamento do retorno gradual do atendimento presencial foi definido pelos dirigentes da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e do INSS após nova avaliação das informações apresentadas pelo grupo de trabalho responsável pelo plano de ação de reabertura indicar que um número reduzido de Agências cumpriria todos os requisitos estabelecidos até a data anteriormente prevista (13 de julho).

Como será a reabertura

De acordo com o INSS, a reabertura vai considerar as especificidades de cada agência, considerando o perfil de funcionários, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

Atualmente, há 1.525 Agências da Previdência Social no país. As unidades que não atenderem as condições necessárias vão continuar em regime de plantão reduzido.

 

Fonte - R7

Governo corta auxílio emergencial de 565 mil por pagamento indevido, diz TCU

Quarta 08 Jul 2020 - 08h49




Governo corta auxílio emergencial de 565 mil por pagamento indevido, diz TCU

Relatório do TCU (Tribunal de Contas da União) obtido pela Folha de S.Paulo diz que 565,3 mil beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 mensais, pago durante a pandemia do novo coronavírus, foram excluídos do cadastro do governo em maio, após se verificar que eles não tinham direito aos recursos.

Os contemplados receberam em abril a primeira parcela, mas, após ajustes no processamento de dados, constatou-se que não cumpriam os requisitos necessários.

Documentos do Ministério da Cidadania enviados à corte listam um amplo conjunto de motivos para o afastamento dos requerentes.

Há casos em que os beneficiários constam do cadastro de mortos da Receita Federal, moram no exterior, integram a população carcerária ou têm mandado de prisão em aberto.

Outros são militares ou recebem o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, pago pelo governo aos trabalhadores que tiveram salários e jornadas laborais reduzidas.

Há também situações em que o contemplado teve o benefício cancelado por via judicial ou administrativa, ou mesmo solicitou voluntariamente que ele não fosse pago.

O relatório do TCU, elaborado pela área técnica, compila informações sobre o auxílio emergencial em maio. O documento será levado pelo ao plenário pelo relator, ministro Bruno Dantas, durante julgamento nesta quarta (8).

O objetivo do acompanhamento é subsidiar diferentes órgãos, como a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, com dados a respeito do programa.

Relatório julgado na semana passada pelo tribunal, com mais detalhes sobre as fraudes no pagamento, apontou que 17 mil mortos constam do cadastro de beneficiários.

Na lista também estão aposentados do INSS, do Banco Central e da Justiça Federal, além de servidores federais.

Os pagamentos indevidos somaram R$ 427,3 milhões até abril. O TCU determinou que o governo busque o ressarcimento. Na semana passada, decidiu enviar ao MPF (Ministério Público Federal) a lista de possíveis fraudadores para a tomada de providências no âmbito penal.

No relatório que será levado a julgamento nesta quarta, o TCU estimou em até 60,4 milhões o número de pessoas com direito ao benefício, três milhões a menos do que os 63,4 milhões identificados como elegíveis pelo governo.

"Apesar das limitações da estimativa, essa diferença indica um risco de erro de inclusão, que pode chegar a mais de R$ 1,8 bilhão por mês", escrevem os auditores.

O auxílio de R$ 600 mensais vem sendo pago desde abril pelo governo, como forma de socorrer principalmente trabalhadores informais que ficaram sem renda, desempregados e integrantes do Programa Bolsa Família.

Para recebê-lo, a renda tributável em 2018 não pode ter excedido R$ 28,5 mil. Há outros dois critérios: ou ter rendimento familiar mensal per capita de até meio salário mínimo (R$ 522) ou ter rendimento familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135).

Na semana passada, o governo anunciou a expansão do programa por mais dois meses. O pagamento mensal também será equivalente a R$ 600.

O TCU diz que o governo já gastou R$ 76,86 bilhões em abril e maio, valores transferidos a 59 milhões de pessoas. Diante dos números, a corte conclui que a medida é "efetiva para garantir renda aos trabalhadores informais, autônomos e desempregados, e para complementar a renda de beneficiários do Programa Bolsa Família".

Diante do cenário de deterioração econômica, e da possibilidade de que seja necessário prolongar ainda mais os pagamentos, os auditores fizeram simulações do impacto orçamentário.

Se o prazo for dilatado até setembro (mais um mês), com benefícios a R$ 600 mensais, o total consumido pelo programa chegará a R$ 321,2 bilhões. Caso esse valor seja mantido até dezembro, as despesas seriam de R$ 465,8 bilhões.

 

Fonte - O Tempo

Dom Basílio retoma ano letivo através de sistema virtual; 91% dos alunos estão em aula

Quarta 08 Jul 2020 - 08h45




Dom Basílio retoma ano letivo através de sistema virtual; 91% dos alunos estão em aula

Através de um Sistema de Gestão Escolar, o município de Dom Basílio retomou o ano letivo no início do mês de junho, na rede pública de ensino. As informações são do portal Achei Sudoeste.

O secretário municipal de Educação, Antônio Lima, informou que o município adequou o sistema, que antes era apenas uma ferramenta de gerenciamento voltado para questões administrativas, para funcionar como uma plataforma pedagógica de aulas on-line.

“Hoje, a gente consegue atender 71% dos alunos da nossa rede diretamente pela plataforma. Obviamente, ainda temos a dificuldade de ter a totalidade dos alunos com acesso à internet, mas o município não excluiu esse aluno. Nós atendemos 71% via plataforma, 20% atendemos diretamente na casa, semanalmente, entregando atividades e livros, e 9% que não desenvolve nenhuma atividade devido a uma certa resistência. Não é por falta de oferecer”, explicou o secretário.

Segundo Antônio Lima, levando em conta à totalidade da rede, 91% dos alunos do município estão em plena atividade e o vínculo com a escola não foi perdido. “Claro que vamos precisar repor a carga horária. Já criamos um plano para retorno das aulas quando isso puder acontecer, mas já estamos compensando a carga horária que está sendo trabalhada com essa ferramenta”, completou.

O prefeito Roberval Cássia Meira (PL), o Galego, afirmou que a implantação do sistema visa atender a necessidade do aluno, bem como a de cumprimento do calendário escolar em atendimento às exigências do Ministério da Educação.

 

Fonte - Achei Sudoeste

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 33 milhões

Quarta 08 Jul 2020 - 08h34




Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 33 milhões

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (8) prêmio acumulado de R$ 33 milhões.

As seis dezenas do concurso 2.277 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa, em todo o país ou pela internet.

 O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

 

Fonte - EBC

TJBA: DES. LOURIVAL TRINDADE RECEBE MOÇÃO DE APLAUSOS EM RECONHECIMENTO À SUA GESTÃO

Terça 07 Jul 2020 - 10h00




TJBA: DES. LOURIVAL TRINDADE RECEBE MOÇÃO DE APLAUSOS EM RECONHECIMENTO À SUA GESTÃO

A sessão virtual da Seção Cível de Direito Público, ocorrida no último dia 10, foi marcada pela moção de aplausos à gestão do Desembargador Presidente Lourival Trindade, apresentada pelo Desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro, e aprovada à unanimidade.

Presidente do referido colegiado, o Desembargador Cafezeiro fez questão de destacar as medidas adotadas pelo Presidente e toda a sua equipe em meio à pandemia. Vale destacar que a gestão atual teve início no mês de fevereiro.

Conforme lembrou o Desembargador em sua moção, ao longo da crise sanitária enfrentada, foram editados diversos normativos, com vistas à preservação da vida e saúde de todos, bem como buscando assegurar a continuidade da prestação jurisdicional, além do controle dos gastos.

Entre as medidas destacadas está a revisão e negociação dos contratos, iniciada antes mesmo da pandemia, que resultou numa economia de mais de R$ 3 milhões, em 40 dias de gestão. Destaque também para o menor índice na despesa de pessoal da última década, referente ao primeiro quadrimestre do ano de 2020, obtendo percentual de 4,8% da Receita Corrente Líquida do Estado.

Especificamente sobre as ações durante a pandemia, o Desembargador citou os bons resultados do teletrabalho; a inovação das sessões virtuais de 2º Grau, com viabilização de sustentação oral; julgamento por videoconferência nas Turmas Recursais dos Juizados Especiais, com direito a sustentação oral por parte dos advogados; além do ato Conjunto nº 06, que estabeleceu medidas de contingenciamento visando assegurar o equilíbrio financeiro e eficiência nos serviços prestados.

O Presidente da Seção Cível de Direito Público ressaltou o comprometimento do Desembargador Presidente e de toda a sua equipe, que mesmo diante do isolamento social imposto, acompanham de perto o desenvolvimento das ações.

“Registre-se que, apesar do isolamento social imposto pelo momento singular que passamos, o Presidente deste Sodalício, juntamente com a sua equipe, comparece, diariamente, a esta Corte, a fim de acompanhar de perto o desenvolvimento das ações empreendidas e solução dos problemas apresentados, com o otimismo que lhe é peculiar, apesar dos tempos sombrio”, afirmou.

Finalizando, ratificou que a moção é uma forma de manifestar o reconhecimento pela atuação do Desembargador Lourival Trindade frente ao “enorme desafio de gerir o Poder Judiciário do Estado da Bahia, sem se afastar dos seus princípios éticos, sempre de portas abertas, nesse momento de incertezas, do qual não existe nenhum histórico para que se possa fazer previsões futuras, buscando inovação e modernização, além do diálogo com os pares e a transparência de todos os seus atos para, em conjunto, vencermos a crise”.

 

Fonte - TJBA

Cerca de 30 cidades da BA registram crescimento de 100% dos casos da Covid-19: 'Efeito São João', diz governador

Terça 07 Jul 2020 - 09h21




Cerca de 30 cidades da BA registram crescimento de 100% dos casos da Covid-19: 'Efeito São João', diz governador

Cerca de 30 municípios da Bahia estão com taxa de crescimento de casos da Covid-19 acima de 100% nos últimos dias. A informação foi divulgada pelo governador do estado, Rui Costa, em transmissão na internet realizada na noite desta segunda-feira (6). Segundo Rui Costa, os prefeitos destas cidades justificaram o aumento em razão dos festejos juninos.

“É o efeito São João. Infelizmente, nós temíamos muito por isso. Estávamos olhando a relação cidade por cidade. Nós temos quase 30 cidades acumularam nos últimos cinco dias uma taxa de crescimento de 100%, dobraram número de casos. Outras cidades no patamar de 30%, 40%. Liguei para alguns prefeitos para ver o que está sendo feito".

Além destas cidades com aumento de 100% dos casos, Rui Costa também citou outros municípios que seguem com taxas de crescimento de casos da Covid-19 elevadas.

“Juazeiro ainda não conseguiu cair o número, está com 30% nos últimos cinco dias, Alagoinhas 20% nos últimos cinco dias, 36% Luís Eduardo Magalhães, 47% Jaguaquara, Conceição do Coité com 39%. Camamu está com 71%, que explodiu número de casos. Conversei hoje com prefeito. Santo Amaro chegou a 32%”.

Em toda Bahia, de acordo com último boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), nesta segunda-feira, foram registrados 88.279 casos confirmados da Covid-19 e 2.168 mortes, desde o início da pandemia. A taxa de crescimento no número de casos, nas últimas 24 horas, foi de +1,4% e +2,9% no número de mortes.

“Crescimento continua baixo, embora número absoluto alto. Mas, percentualmente, hoje estamos em um patamar se aproximando de 2% de crescimento do número de óbitos. Taxa parece pequena, mas número absoluto é grande”, explicou Rui Costa.

Procura por unidades de saúde
Durante a transmissão na internet, Rui Costa também fez um apelo para que as pessoas com sintomas da Covid-19 procurem unidades de saúde. O objetivo é obter o quanto antes tratamento e evitar agravamento da doença.

“Estamos orientando que as pessoas que estão procurando UPAs, hospitais municipais sejam internadas com antecedência. Dá para perceber ao longo desses meses que antecipando internação, tratamento, reduz número e necessidade de UTI e taxa de letalidade, de mortes. Nosso pedido é que você não espere entrar em colapso, passar muito mal, para entrar em contato com UPA, unidade de atendimento. Se tiver diagnosticado positivo, sentindo sintomas, procure unidade de atendimento. Nossa orientação é fazer atendimento desse paciente para que garanta medicação, tratamento adequado para não precisar de UTI e reduzir número de óbitos que nós estamos tendo. Nosso pedido é que se você tem um parente, conhecido, oriente ele a procurar internamento”.

Com informações do G1 Bahia.

Fronteiras fechadas pela pandemia separam casais e famílias

Terça 07 Jul 2020 - 09h08




Fronteiras fechadas pela pandemia separam casais e famílias

O amor não atravessa fronteiras, pelo menos em tempos de pandemia do novo coronavírus. Muitos casais e famílias estão separados entre a América e a Europa devido a restrições de viagem e mal podem esperar para se encontrar novamente.

A lista da União Européia com a recomendação de bloquear a entrada de pessoas vindas de países onde a pandemia é considerada não controlada apenas permite a entrada de viajantes de 14 países. Da América Latina, apenas o Uruguai está incluído.

Enquanto em muitos países da Europa, depois de quase quatro meses em quarentena, você pode fazer turismo e atravessar fronteiras, a realidade dos casais que se dividem entre a América Latina e a Europa é outra.

Casais que ainda estão separados, filhos que não podem ver seus pais, planos de viver juntos que não se concretizaram são algumas das situações que levaram à criação de uma "hashtag" que começou a circular nas redes para atrair a atenção das autoridades européias e que as restrições fossem levantadas viajar para casais binacionais.

Quanto vale o amor?
A hashtag #LoveIsNotTourism ("O amor não é turismo") está reunindo milhares de testemunhos de casais que querem ou precisam se ver novamente. Para Eva Hoornaert, uma das líderes do movimento e administradora do grupo no Facebook, as restrições atuais não fazem muito sentido e criam frustração entre aqueles que esperaram tanto tempo para se reunir novamente.

"Muitos países estão adotando medidas muito mais perigosas do que a reunificação de famílias e isso mostra que seria possível fazê-lo. Mas não há valor econômico em nos reunir, portanto é negligenciado", explica Hoornaert, cidadã belga que vive um relacionamento de longa distância com um israelense há dois anos.

Francisca Corneja vive no Chile, um dos países mais afetados pelo coronavírus na América Latina, com mais de 285.000 casos confirmados, mas já está com seu parceiro, morador de Barcelona, ​há dez anos e está frustrada com as restrições.

"Estamos super desapontados porque é fácil viajar da França para a Espanha, mas nós, que realmente precisamos ver a outra pessoa e ter o apoio, não podemos", diz a professora de inglês à EFE.

Saúl Sánchez, um mexicano que está muito longe da namorada belga e do filho de 2 anos, recebeu com descrença a notícia de que viagens para gravar filmes já podem ser feitas na Europa, mas não há garantia que ele verá sua família: "Parece ilógico para mim."

"Entendo que economicamente eles estão perdendo milhões de dólares, mas isso não é essencial. Eles devem normalizar a viagem para pessoas como nós", acrescenta à EFE.

'O amor não é turismo'
O grupo do Facebook "O amor não é turismo" foi criado por Hoornaert em 28 de junho e já tem milhares de pessoas de dezenas de países compartilhando suas histórias e ansiedades.

Em menos de cinco dias, e juntamente com outros grupos trabalhando focados em seus países, a comunidade de casais afetados pelo covid-19 conseguiu entrar em contato com políticos da UE (União Europeia) e obter o apoio do eurodeputado Moritz Körner, que enviou uma carta com os pedidos do grupo ao Comissário Europeu para o Interior, Ylva Johansson.

Veja também: Brasileiros contam como é viver em país sem mortes por covid-19

Em sua conta no Twitter, Johansson disse que apóia o movimento #LoveIsNotTourism e pediu "às autoridades dos Estados-Membros e, de fato, as empresas de viagens a aplicar uma definição o mais ampla possível" de relações pessoais.

Esta notícia foi recebida com muita esperança pelo grupo. Letícia Nunes de Oliveira, brasileira de 32 anos que se casaria com um alemão em junho e teve que cancelar tudo por não poder se encontrar com o noivo, é uma das pessoas que mobiliza o grupo de brasileiros nessa situação.

Ela está animada com a campanha, que é, segundo ela, um pequeno passo para comemorar. "Eles precisam ouvir nossa voz. Estamos sofrendo", diz essa veterinária que deixou seu emprego para viajar à Alemanha para se casar, um plano frustrado.

O que é uma família para a União Europeia?
Somente pessoas com uma união registrada com um cidadão europeu estão podendo entrar no bloco, levando muitos a se perguntarem o que hoje é considerado uma família.

"Hoje em dia, não é necessário ter um documento assinado para dizer que somos um casal estável", disse a chilena Cornejo à EFE. "Estamos juntos há 10 anos e ainda não nos casamos, mas não quero que seja para algo específico, como poder entrar em um país."

Veja também: Reino Unido vai aceitar turistas de 50 países, mas não do Brasil e EUA

Com a hashtag e pressão sobre a UE, a belga Hoornaert espera dar mais visibilidade às diferentes formas de família. "É importante mostrar que não é correto não reconhecer essas pessoas como família. Estamos no século XXI e o casamento não é mais a base da sociedade; há muito mais do outro lado da fronteira, existem diferentes formas e formas", ele discute.

Para Nunes de Oliveira, um papel não define uma família ou um casal: "Existem pessoas em relações homoafetivas que em muitos países não são reconhecidas, há pessoas que têm filhos e não são casadas".

É o caso de Sánchez, que não é casado com sua namorada belga. "Para mim, um papel não importa, tenho seis anos com minha namorada e temos um filho juntos. Sinto muita falta deles", diz ele, mostrando o assento da criança ao lado de sua mesa. "Eu realmente preciso dos dois", lamenta.

Como a intenção dessas pessoas não é fazer turismo, elas estão dispostas a aceitar qualquer tipo de medida sanitária, como confinamento doméstico, para que possam se unir aos seus entes queridos. Cornejo entende que a situação na América Latina é complicada e insiste que ele tomaria "todas as medidas" para ver seu parceiro.

"Geralmente, as pessoas tendem a desistir de uma causa com muita facilidade, mas essas pessoas lutam por amor e nada as impede de ver seus entes queridos", diz Hoornaert, emocionado com todo testemunho que vem. através do grupo no Facebook.

 

Fonte - R7

Período de inscrição no Sisu do segundo semestre começa nesta terça

Terça 07 Jul 2020 - 09h00




Período de inscrição no Sisu do segundo semestre começa nesta terça

Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pretendem concorrer a uma vaga nas universidades federais do país já podem se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo de inscrição fica aberto até as 23h59 da próxima sexta-feira (10).

O Sisu centraliza a seleção para grande parte das vagas de graduação em instituições de ensino superior públicas. A seleção é totalmente online, feita por meio da nota do Enem do estudante - a redação não pode ter sido zerada.

Após o fim da inscrição, o novo cronograma prevê a divulgação dos resultados para o dia 14 de julho, a abertura das matrículas no dia 16 e o encerramento no dia 21. Quem ficar de fora na primeira etapa, pode manifestar o interesse em participar da lista de espera, de 14 a 21 de julho.

Vale lembrar que o prazo de seleção do Sisu do segundo semestre foi adiado pelo Ministério da Educação (MEC). Inicialmente, as inscrições começariam em 16 de junho, mas, na data em questão, o edital ainda nem havia sido publicado. Só após cobranças dos estudantes, o governo federal divulgou as novas datas.

Além disso, o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições particulares, também foi adiado. O MEC abriu a consulta de vagas nesta terça. Já as inscrições começam na semana que vem, dia 14.

 

Fonte - Rádio Cultura

MP-BA pede redução de 30% das mensalidades de mais 15 faculdades de Salvador

Terça 07 Jul 2020 - 08h55




MP-BA pede redução de 30% das mensalidades de mais 15 faculdades de Salvador

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ajuizou ação civil pública contra mais 15 Instituições de Ensino Superior de Salvador. Na ação, o MP requer que a Justiça determine que as faculdades reduzam em 30% as mensalidades de todos os cursos de graduação e pós-graduação ministrados enquanto durar o isolamento social imposto como medida de prevenção para diminuir o avanço do coronavírus. 

“O percentual de redução de 30% deverá ser aplicado independentemente da condição financeira do aluno e da exigência de qualquer documento sobre este fator, bem como deste ser beneficiário de bolsa auxílio”, destaca a promotora de Justiça Joseane Suzart. Na ação, o MP requer ainda que as faculdades suspendam integralmente a cobrança de atividades extracurriculares realizadas somente de forma presencial, tais como disciplinas que demandem atividades artísticas e laboratoriais; possibilitem que os alunos tranquem o curso de graduação, caso queiram, e que isso não seja considerado inadimplemento contratual; e, na hipótese de inadimplemento dos estudantes durante a decorrência da pandemia e do isolamento social, as acionadas isentarão os consumidores quanto ao pagamento de multas de mora e juros incidentes, abstendo-se de incluí-los eventualmente em cadastros restritivos de crédito.

A promotora ainda pediu a suspensão da prestação de aulas na modalidade de Ensino a Distância (EAD) durante 15 dias, realizando nesse período uma pesquisa com os diretórios ou centros acadêmicos de todos os cursos ministrados acerca da realização das atividades curriculares no meio digital. As faculdades, conforme pede a ação, só devem reiniciar as atividades EAD somente se a pesquisa identificar que mais de 50% dos alunos de cada curso concordam com essa proposta e dispõe de recursos tecnológicos. As faculdades também devem manter, à disposição dos alunos, as aulas gravadas, deixando-as disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem para aqueles que não puderam assistir em tempo real, permitindo o acesso posterior, assim como os respectivos fóruns de cada curso. Confira abaixo a lista das instituições acionadas pelo MP:

Faculdade Santo Agostinho (Facsa)

Faculdade Batista Brasileira (FBB)

Sistema de Educacão Superior Sociedade LTDa (Pitágoras)

Universidade Pitágoras (Unopar)

Universidade Católica do Salvador (Ucsal)

Centro Universitário Maurício de Nassau de Salvador - Uninassau Salvador

Faculdade Estácio FIB

Centro Universitário Ruy Barbosa de Salvador

Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC)

Universidade do Salvador (Unifacs)

Faculdades Jorge Amado (Unijorge)

Centro Universitario Dom Pedro II

Faculdade Olga Mettig (Famettig)

Centro Universitário de Salvador (Uniceusa)

Faculdade São Salvador

 

Fonte - Bahia Notícias

CASOS DE VEÍCULOS DIRIGIDOS POR CONDUTORES SOB INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL AUMENTAM EM LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA

Segunda 06 Jul 2020 - 08h43




CASOS DE VEÍCULOS DIRIGIDOS POR CONDUTORES SOB INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL AUMENTAM EM LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA

Neste final de semana, principalmente, sábado e domingo, os  policiais militares da 46ª CIPM receberam inúmeras denúncias, via celular, de casos de motoristas e motociclistas que estão conduzindo veículos em visível estado de embriaguez alcoólica. As ocorrências acontecem tanto à luz do dia quanto à noite, o que aumenta a preocupação com relação ao risco de outras pessoas, tanto outros condutores quanto transeuntes serem envolvidos em acidentes de trânsito. Todos os condutores abordados nessa situação foram conduzimos à UPA, onde os médicos plantonistas constataram que os denunciados estavam sob a influência de álcool, sendo  em seguida, apresentados pelos policiais militares  à Delegacia Territorial de Livramento de Nossa Senhora.
A 46ª CIPM lamenta, que além do momento difícil, vivido por todos, em razão da Pandemia, pessoas estejam praticando ações irresponsáveis como essa em via pública.

 

Com informações da 46ª CIPM

Após adiamento de eleição, TSE posterga prazos eleitorais de julho em 42 dias

Segunda 06 Jul 2020 - 08h38




Após adiamento de eleição, TSE posterga prazos eleitorais de julho em 42 dias

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou nesta sexta-feira (3) que todos os prazos previstos no calendário eleitoral para o mês de julho serão prorrogados em 42 dias.

A medida foi feita para adequar as datas com as mudanças provocadas pela aprovação da emenda constitucional que adiou as eleições municipais para novembro em função da pandemia da Covid-19. As informações são da Agência Brasil.

Os 36 prazos que foram postergados para agosto envolvem restrições que impedem agentes públicos de fazerem contratações, aumentar despesas públicas, inaugurar obras, além das datas para o eleitor com deficiência pedir atendimento especial e para as convenções partidárias dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Em agosto, após o fim do recesso no Judiciário, novas alterações nos prazos dos meses seguintes do calendário eleitoral serão divulgadas pelo TSE.

Nesta quinta-feira (2), o Congresso Nacional promulgou a Emenda Constitucional 107, que adia as eleições municipais de outubro para novembro deste ano. Dessa forma, os dois turnos eleitorais, inicialmente previstos para os dias 4 e 25 de outubro, serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro. O adiamento contou com o aval do TSE.

 

Fonte - O Tempo

Pesquisadores brasileiros têm resultados promissores em estudo para cura do HIV

Segunda 06 Jul 2020 - 08h21




Pesquisadores brasileiros têm resultados promissores em estudo para cura do HIV

Pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unufesp) realizaram o primeiro estudo, em escala global, para testar um supertratamento em indivíduos cronicamente infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), o que pode resultar futuramente na cura da AIDS.

De acordo com o Correio Braziliense, o estudo é coordenado pelo infectologista Ricardo Sobhie Diaz e contou com a participação de 30 voluntários que possuem carga viral indetectável, sob tratamento padrão, conforme o que é atualmente preconizado. Ou seja, a combinação de três tipos de antirretrovirais, popularmente chamado de “coquetel”. 

A pesquisa trabalha com duas perspectivas: uma utilizando medicamentos e substâncias que matam o vírus no momento da replicação e eliminam as células em que o HIV fica adormecido (latência); e a outra desenvolve uma vacina que leva o sistema imunológico a reagir e eliminar as células infectadas nas quais o fármaco não é capaz de chegar. Os integrantes do subgrupo que apresentaram melhores resultados receberam mais dois antirretrovirais: o dolutegravir, a droga mais forte atualmente disponível no mercado; e o maraviroc, substância que força o vírus, antes escondido, a aparecer.

Além disso, mais dois componentes foram adicionados e aumentaram o efeito: a nicotinamida – uma das duas formas da vitamina B3, que mostrou ser capaz de impedir que o HIV se escondesse nas células; e a auranofina – um antirreumático, também conhecido como sal de ouro, que deixou de ser utilizado há muitos anos para tratar a artrite e outras doenças reumatológicas. A auranofina revelou potencial para encontrar a célula infectada e levá-la ao suicídio. 

Porém, apesar do uso da nicotinamida e a auranofina para a redução expressiva da carga viral, ainda seria necessário algo que ajudasse a imunidade dos pacientes contra o vírus. Para isso, uma vacina de células dendríticas foi criada. Ela conseguiu ensinar o organismo do paciente a encontrar as células infectadas e destruir uma a uma, eliminando completamente o vírus HIV. Esta vacina é personalizada já que é fabricada a partir das células de defesa e biomoléculas, formadas pela ligação de dois ou mais aminoácidos do vírus, do próprio paciente.

Seis dos pacientes participantes receberam o tratamento, mas ainda aguardam os resultados finais da terceira dose da vacina. “Somente após as análises de sangue e das biópsias do intestino reto desses pacientes vacinados é que partiremos para o desafio final: suspender todos os medicamentos de um deles e acompanhar como seu organismo irá reagir ao longo dos meses ou, até mesmo, dos anos”, conclui. “Caso o tempo nos mostre que o vírus não voltou, aí sim, poderemos falar em cura, lembrou o pesquisador.

 

Fonte - Bahia Notícias