Portal Livramento

Portal Livramento

Resultado da busca pela categoria "política"

Bancários recusam proposta, e greve começa na terça; é o 13º ano seguido

Sexta 02 Out 2015 - 08h30




Bancários recusam proposta, e greve começa na terça; é o 13º ano seguido

Os bancários recusaram a proposta de reajuste salarial apresentada pelos bancos e devem entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir de terça-feira (6). Será o 13º ano seguido de paralisação da categoria. 

A greve já tinha sido recomendada pelo Comando Nacional dos Bancários na sexta-feira passada (25) e foi confirmada nesta quinta-feira (1º), em assembleia dos sindicatos de vários Estados e regiões. Os trabalhadores farão novas assembleias na próxima segunda-feira (5) para organizar o movimento. 

A paralisação foi confirmada pelos trabalhadores de ao menos 13 Estados e 8 capitais, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba e Porto Alegre.

 

Fonte - Economia UOL 

GÁS DE COZINHA É NA CHAMA GÁS

Quinta 01 Out 2015 - 16h47




GÁS DE COZINHA É NA CHAMA GÁS

Compre seu botijão de gás de cozinha na Chama Gás, localizada na Praça Bom Jesus do Taquari, em Livramento de Nossa Senhora, ou adquira pelo telefone (77) 9988-6528(vivo) e (77) 9196-5517(tim).

Chama Gás, é mais qualidade para sua cozinha, garantida pela Liquigás. 




GÁS DE COZINHA É NA CHAMA GÁS

Quinta 01 Out 2015 - 14h53




SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E CULTURA CONTINUA AS VISITAS EM ESCOLAS

Quinta 01 Out 2015 - 14h33




SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E CULTURA CONTINUA AS VISITAS EM ESCOLAS

Secretário de Educação continuando à série de visitas que vem fazendo as escolas municipais do município de Livramento de Nossa Senhora, o senhor Sebastião Fernandes, reuniu-se, no final da tarde dessa segunda-feira, 28/09, com a direção, corpo administrativo e professores do Grupo Escolar D. Pedro II, no bairro Taquari, para falar sobre a situação do ensino no país, e especificamente sobre Livramento, buscando refletir acerca dos problemas causadores de tal situação, que é realmente preocupante.

De forma bastante reflexiva e bem-humorada o secretário fez uma retrospectiva da trajetória educacional nos últimos 20/30 anos, colocando-se no papel de educador nesse período, comparando as condições oferecidas no passado e na atualidade, colocando para os presentes o  seguinte questionamento: “Se os recursos tecnológicos estão presentes, os professores muito mais capacitados, merenda, transporte... Por que o ensino na contemporaneidade está cada vez mais deficitário, em estado caótico, muitas vezes, chegando ao ponto de “Não dá mais para ser professor” dada tamanha a indisciplina e a violência dentro das escolas.?” E em consonância com todos os educandos conclui: “FALTA DE FAMÍLIA”, O ACOMPANHAMENTO FAMILIAR QUE NO PASSADO acontecia de modo contundente, hoje praticamente já não existe mais”.

Falou também sobre a necessidade do trabalho em equipe, unidos em um único propósito: uma educação de qualidade. Segundo o secretário, a secretaria de Educação se coloca como PARCEIRA de todos os profissionais da educação e reitera a intenção de realizar um trabalho ético e justo, onde a única política presente será a POLÍTICA EDUCACIONAL. Reafirmou ainda que a prioridade daquela secretaria em sua gestão é para o “bom profissional”, aquele comprometido com uma educação de qualidade. Se colocou à disposição para receber sugestões e críticas construtivas, dizendo que este é o modo mais democrático e eficiente para a construção de um trabalho que venha produzir bons frutos para a sociedade.

Ao concluir a primeira parte da reunião, recebeu por parte de alguns professores questionamentos, sugestões e por fim solicitação de material didático, necessários para a melhoria e o bom andamento dos trabalhos, onde este prestou alguns esclarecimentos e deixou o compromisso de empenhar todos os seus esforços para atender as solicitações recebidas. Para encerrar sua fala salientou a importância dos três pilares na educação: ESCOLA, FAMÍLIA E SOCIEDADE, formando assim cidadãos conscientes. 




SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E CULTURA CONTINUA AS VISITAS EM ESCOLAS

Postos de combustíveis já repassam aumento da gasolina ao consumidor

Quinta 01 Out 2015 - 11h04




Postos de combustíveis já repassam aumento da gasolina ao consumidor

O reajuste do preço da gasolina e do diesel para as distribuidoras foi anunciado pela Petrobras na noite desta terça-feira (29) e, menos de 24 horas depois, os postos já começavam a aumentar o preço dos combustíveis.Na manhã desta quarta-feira (30), o presidente do sindicato dos donos de postos de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Gouveia, havia dito que o repasse era certo e que deveria ser feito até o final desta semana.

"O revendedor vai ter que repassar [o aumento] porque não tem gordura. Até sexta, com certeza. Não vai ter como segurar. Para o dono do posto, o aumento do custo do combustível vai ser de R$ 0,17 [por litro]. Se o dono não quiser aumentar mais, no mínimo vai ter que repassar o custo", afirmou Gouveia.Nesta terça-feira, a petroleira anunciou reajustes nos preços de venda da gasolina e do diesel nas refinarias a partir da 0h desta quarta. O aumento para a gasolina é de 6% e para o diesel, de 4%.

O aumento vem em um momento de crise,  em que a estatal tem de lidar com uma dívida crescente, com a queda dos preços do petróleo e com denúncias de corrupção.

Embora os preços internacionais tenham caído dramaticamente, o enfraquecimento do real contra o dólar neste ano significa que os preços na bomba no Brasil permanecem baixos, segundo a agência Reuters.

O aumento deve dar maior impulso à já elevada inflação do Brasil. O reajuste deve ter impacto direto de cerca de 0,20 ponto percentual no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) já no mês de outubro, segundo analistas ouvidos pelo G1.

Apesar do elemento adicional de pressão na inflação, a avaliação dos economistas é que o indice continuará abaixo do patamar de 10% e tende a iniciar 2016 com maiores chances de retorno para patamares abaixo do teto da meta do Banco Central, de 6,5%

 

Fonte - G1

TORCIDA ORGANIZADA DO PALMEIRAS REUNIU-SE, MAIS UMA VEZ, NO BAR DE TONY LANCHES

Quinta 01 Out 2015 - 09h02




TORCIDA ORGANIZADA DO PALMEIRAS REUNIU-SE, MAIS UMA VEZ, NO BAR DE TONY LANCHES

A torcida organizada do Palmeiras em Livramento de Nossa Senhora, denominada Forza Verde Livras, reuniu-se, ontem, dia 30/09/2015, para mais uma vez prestigiar seu time pelo Copa do Brasil, onde o Palmeiras eliminou o Internacional, pelo placar de 3x2, garantindo vaga na semifinal do campeonato. Com faixas e bandeiras o grupo reuniu-se no Bar de Tony Lanches. Com muitos integrantes, a torcida organizada acompanha todos os jogos do Palmeiras, com muita alegria e entusiasmo, inclusive, ao som de fogos. 

Paróquias de Livramento, Taquari, Dom Basílio e Rio de Contas se preparam para realizar o DNJ (Dia Nacional da Juventude) em 1º de novembro de 2015

Quarta 30 Set 2015 - 16h52




Paróquias de Livramento, Taquari, Dom Basílio e Rio de Contas se preparam para realizar o DNJ (Dia Nacional da Juventude) em 1º de novembro de 2015

Mais uma vez as paróquias de Livramento de Nossa Senhora se preparam para celebrar o DNJ (Dia Nacional da Juventude). Refletindo sobre o tema “Juventude Construindo uma nova Sociedade”, convida a todos para animar, incentivar os jovens das paróquias de Nossa Senhora do Livramento; Bom Jesus do Taquarí; São João Batista de Dom Basílio; e Santíssimo Sacramento de Rio de Contas e comunidades a participarem deste grande encontro, dia 01 de Novembro, com inicio na Igreja Catedral as 8:00h. Procure as Secretarias paroquias para realizar sua inscrição.

Iramaia: Bando arromba agência e leva quantia de cofre; Ataques somam 178 no ano

Quarta 30 Set 2015 - 14h12




Iramaia: Bando arromba agência e leva quantia de cofre; Ataques somam 178 no ano

Em torno de seis homens explodiram uma agência do Banco do Brasil de Iramaia, na Chapada Diamantina, na madrugada desta quarta-feira (30). Segundo a Delegacia Territorial, a ação ocorreu por volta das 3h05 na agência que fica na Praça Feliciano Augusto de Souza, no centro. Os bandidos chegaram a usar um maçarico para arrombar o cofre e levar toda a quantia reservada. O valor ainda não foi informado. Ainda segundo a delegacia, depois da ação, os acusados, a bordo de um Fiat Strada, tomaram o rumo da rodovia que liga a cidade a Maracás. A cinco quilômetros da cidade, eles atearam fogo no veículo e entraram em outro carro ainda não identificado. Não houve feridos na ação e até o momento ninguém foi preso. De janeiro até esta quarta, já são 178 ataques a bancos em 2015, segundo dados do Sindicato dos Bancários da Bahia.

 

Fonte - Bahia Notícias 

Mega-Sena pode pagar R$ 38,5 milhões nesta quarta-feira

Quarta 30 Set 2015 - 08h10




Mega-Sena pode pagar R$ 38,5 milhões nesta quarta-feira

Depois de acumular três vezes seguidas, a Mega-Sena pode pagar R$ 38,5 milhões nesta quarta-feira (30), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. O sorteio será realizado a partir das 20h em Viçosa (MG).

Caso a Mega-Sena tenha apenas um ganhador, e ele queira aplicar o prêmio na poupança receberá o equivalente a R$ 8,9 mil por dia em rendimentos. 

Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana --quartas-feiras e sábados. A aposta mínima custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do concurso, em qualquer uma das lotéricas do país.

O concurso 1.745, realizado no último sábado (26), sorteou as seguintes dezenas: 09 - 13- 18 - 47 - 52 - 60.

Uma aposta de Curitiba foi a última a levar a Mega, no último dia 12. O prêmio era de R$ 31,1 milhões e estava acumulado havia dois sorteios.

 

Fonte - UOL Notícias 

Jaques Wagner será novo ministro da Casa Civil, aponta colunista

Quarta 30 Set 2015 - 08h02




Jaques Wagner será novo ministro da Casa Civil, aponta colunista

A presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu aceitar algumas das sugestões do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aprofundar a reforma ministerial, prevista oficialmente para esta quinta-feira (1º). Segundo a colunista Cristiana Lôbo, do G1, a petista vai substituir o ministro Aloizio Mercadante – fortemente criticado pela falta de articulação política para o Palácio do Planalto – e colocar o atual ministro da Defesa, Jaques Wagner, na Casa Civil. Além de Lula, o PT e até o PMDB defendiam que Wagner assumisse o posto, tanto pela habilidade política quanto pela experiência administrativa obtida nos dois mandatos como governador da Bahia. A pasta de Wagner iria para o ex-deputado Aldo Rebelo (PCdoB), atual ministro da Ciência e Tecnologia. Antes de sua viagem para os Estados Unidos, Dilma teria mandado mensagens ao PSB para sondar possíveis nomes para o posto de Rebelo, que já foi comandada por Eduardo Campos. Apesar de também ter acolhido as sugestões de Lula em relação ao maior espaço para o PMDB, a presidente teria decidido manter o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

 

Fonte - Bahia Notícias 

Dilma sanciona reforma política, mas veta doação de empresa a campanha

Terça 29 Set 2015 - 22h16




Dilma sanciona reforma política, mas veta doação de empresa a campanha

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (29) a Lei da Reforma Política aprovada pelo Congresso Nacional, mas vetou sete itens, incluindo o trecho que permitia a doação de empresas a campanhas eleitorais. Os vetos foram publicados em edição extra do "Diário Oficial da União".

No último dia 17, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu declarar inconstitucionais normas que permitem a empresas doar para campanhas eleitorais. Por outro lado, ao analisar itens da reforma política, em setembro, a Câmara havia aprovado projeto que permite a doação empresarial.

O artigo sobre doações de empresas vetado pela presidente tinha a seguinte redação após ter sido aprovado no Congresso: "Doações e contribuições de pessoas jurídicas para campanhas eleitorais poderão ser feitas para os partidos políticos a partir do registro dos comitês financeiros dos partidos ou coligações".Ao justificar o veto, a presidente Dilma Rousseff se baseou na decisão Supremo que considerou a doação de campanha por empresas inconstitucional.

"A possibilidade de doações e contribuições por pessoas jurídicas a partidos políticos e campanhas eleitorais, que seriam regulamentadas por esses dispositivos, confrontaria a igualdade política e os princípios republicano e democrático, como decidiu o Supremo Tribunal Federal - STF", diz a justificativa.

Diante do veto de Dilma, caberá ao Congresso Nacional analisá-lo e decidir se o mantém ou o derruba. Para derrubar um veto presidencial , são necessários 257 votos de deputados e outros 41 de senadores. A próxima sessão de votação de vetos presidenciais está marcada para esta quarta-feira (30).Nesta terça-feira, em uma manobra para permitir o financiamento empresarial de campanhanas eleições de 2016, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), exigiu que eventual veto da presidente Dilma Rousseff a doações empresariais fosse incluído na pauta da sessão desta quarta-feira.

"A posição da maioria dos líderes é não votar nenhum veto se não puder votar também o veto da lei eleitoral. Eu cumpro o que a maioria dos líderes assim decidir", disse Cunha.

presidente do Senado, Renan Calheiros, reagiu, dizendo que incluir o veto à doação de empresas na sessão de quarta seria um gesto inútil.

"A apreciação desse veto na sessão de amanhã [quarta], quando o Brasil espera que concluamos apreciação dos outros vetos, seria gesto inútil do Congresso Nacional. Seria um gesto sem nenhuma eficácia", afirmou Renan.

Ele argumentou que a apreciação desse possível veto iria contra a regra do Congresso Nacional que estabelece que os vetos devem ser pautados depois de 30 dias a partir da data de chegada ao Legislativo.

 

PEC da reforma política
O veto da presidente e a decisão do STF não interferem no andamento de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), em andamento no Congresso, que restabelece a doação de empresas a campanhas. O texto já foi aprovado pela Câmara e agora aguarda votação em dois turnos no Senado. Como se trata de uma PEC, sua aprovação leva à promulgação pelo próprio Congresso, sem necessidade de sanção pela presidente.

A eventual aprovação pode levar a um novo julgamento no Supremo sobre as doações, caso alguma entidade ou partido questione a constitucionalidade da emenda.

Prazo para filiação
Ao sancionar a do projeto de lei da reforma eleitoral, Dilma manteve o artigo aprovado noCongresso que determina que, para concorrer às eleições, o candidato deverá estar com a filiação partidária deferida pela legenda no mínimo seis meses antes da data da eleição.

Pela legislação atual, qualquer mudança no sistema eleitoral deve ocorrer no prazo de até um ano antes do pleito – ou seja, no caso das eleições de 2016, até a próxima sexta (2).

Outro ponto do projeto aprovado no Congresso mantido pela presidente na sanção da lei foi o que trata da perda do mandato do detentor de cargo eletivo que se desfiliar sem justa causa.

Pela lei, será considerada justa causa “mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário” e “grave discriminação política pessoal”. Além disso será aceita a “mudança de partido efetuada durante o período de trinta dias que antecede o prazo de filiação exigido em lei para concorrer à eleição [mínimo de seis meses].

Voto impresso
Outro ponto aprovado pelo Congresso Nacional e vetado pela presidente era o que previa a impressão, pela urna eletrônica, do registro do voto do eleitor.

Segundo o projeto, esse comprovante seria depositado em um local lacrado após a confirmação pelo eleitor de que a impressão estava correta.

Ao justificar o veto, Dilma argumentou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manifestou-se contrariamente à sanção do item porque isso geria "altos custos", com impacto de R$ 1,8 bilhão.

"Além disso, esse aumento significativo de despesas não veio acompanhado da estimativa do impacto orçamentário-financeiro, nem da comprovação de adequação orçamentária", explicou a presidente.

 

Fonte - G1

TSE aprova registro do Partido da Mulher Brasileira, o 35º do país

Terça 29 Set 2015 - 21h58




TSE aprova registro do Partido da Mulher Brasileira, o 35º do país

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (29) o registro para o Partido da Mulher Brasileira (PMB), a 35ª legenda oficialmente reconhecido no país. Com a decisão, a nova legenda poderá disputar as eleições municipais do ano que vem. O partido adotará nas urnas o número 35.

O estatuto do partido não proíbe a filiação de homens e rege-se "sem restrições de qualquer ordem: sexual, social, racial, econômica ou religiosa". Ainda conforme as regras, poderá se filiar "todo cidadão na plenitude de seus direitos políticos que estiver de acordo com o Manifesto e o Programa partidário".

O partido começou o processo de criação em 2008 e, desde então, obteve apoio de 501 mil eleitores, quantidade que supera o mínimo atualmente exigido pela lei, de 486 mil (o equivalente a 0,5% dos votos dados para o cargo de deputado federal nas eleições do ano passado).O PMB também comprovou possuir mais de nove diretórios no país, outro requisito: já existem unidades em Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Roraima e Sergipe.

Ao final da aprovação no TSE, a fundadora e presidente da legenda, Suêd Haidar Nogueira disse que a ideia do PMB surgiu da necessidade de maior participação e respeito das mulheres em instâncias partidárias.

"Agora é um novo caminho que vamos trilhar, dentro do Partido da Mulher Brasileira, para que possamos ter os nossos direitos garantidos, afirmados, dentro de tudo aquilo que sempre buscamos", disse a fundadora, que é comerciante.

No site da legenda, o PMB se define como um partido de "mulheres progressistas", "ativistas de movimentos sociais e populares" e que, junto com homens, "manifestaram sempre a sua solidariedade com as mulheres privadas de liberdades políticas, vítimas de opressão, da exclusão e das terríveis condições de vida".

"Todos os partidos políticos têm mulheres, contudo a vida cotidiana de mulheres continua na mesma, dia após dia, ano após ano. Apesar do trabalho partidário perseverante de muitas mulheres, os interesses de mulheres nunca foram prioritários", diz o texto.

Em outro trecho, o partido diz que "a balança da história está mudando; a força perde seu ímpeto e, com satisfação observamos a Nova Ordem Mundial que será menos masculina, mas permeada pelos ideais femininos ou, melhor dizendo, será uma Era na qual os elementos masculinos e femininos estarão em maior equilíbrio".

 

Fonte - G1

ASAMIL e Agricultores familiares participam da II FEMAC / IV EXPOAGRO em Macaúbas

Terça 29 Set 2015 - 17h18




ASAMIL e Agricultores familiares participam da II FEMAC / IV EXPOAGRO em Macaúbas

Entre os dias 24 e 27 de setembro, a equipe do projeto de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER da ASAMIL, esteve presente em Macaúbas onde aconteceu a II Feira Empresarial de MacaúbasFEMAC em conjunto com a IV ExpoAgro da Agricultura Familiar do Vale do Paramirim.

A abertura do evento no dia 24 foi conduzida pelo Presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaúbas - ACIMAC, Aloisio Rebonato e a mesa contou com as presença do Sr. Claudio Bastos da FETAG, de Wilson Dias, diretor da CAR, do Prefeito de Macaúbas José João Pereira e de outras autoridades da região.

Ao longo da feira aconteceram apresentações culturais, exposição de animais, cavalgada e comercialização de artesanato e produtos advindos da agricultura familiar; na oportunidade a ASAMIL apoiou um stand de exposição composto por agricultores familiares dos municípios de Ibipitanga, Érico Cardoso e Rio do Pires.

A visitação aos stands da agricultura familiar foi bastante expressiva ao longo de todos os dias do evento, os cerca de 20 beneficiários da ATER Agroecológica que participaram puderam vender seus produtos livres de agrotóxicos diretamente ao consumidor, incrementando a renda dos agricultores e levando produtos de qualidade para a mesa das famílias.

Na sexta e no sábado (25 e 26) houve um ciclo de palestras gratuitas que tiveram como tema o Programa do Crédito Fundiário do MDA, a produção intensiva de leite a pasto, políticas públicas territoriais na Bahia, conferência de Mulheres da Bacia do Paramirim, Apicultura como alternativa de renda, palma forrageira, Cadastro Ambiental Rural – CEFIR, Assédio Moral no trabalho e prevenção a DSTs.

A ASAMIL agradece à organização do evento, aos visitantes e aos beneficiários/agricultores familiares por fazerem da II FEMAC e IV ExpoAgro um sucesso.

DILMA DEVE SANCIONAR HOJE LEI DA REFORMA POLÍTICA.

Terça 29 Set 2015 - 08h25




DILMA DEVE SANCIONAR HOJE LEI DA REFORMA POLÍTICA.

A Presidente Dilma Rousseff deve sancionar, ainda hoje, à lei da reforma política e publicá-la numa edição extraordinária no Diário Oficial da União. Partidos da base aliada, dentre eles o PMDB, PR e PP, pressionaram o Palácio do Planalto a publicar nesta terça a referida lei, com receio de perder parlamentares para o Partido Liberal (PL), liderado pelo Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, que luta junto ao TSE para obter o registro da sigla ainda esta semana e, assim, poder disputar as eleições em 2016. É bom lembrar, que até então vigora resolução do TSE que permite a migração de parlamentares para novas legendas no prazo de 30 dias após sua criação. No que tange à filiação partidária é exigido que o candidato deve está filiado a um partido político e morando no local que deseja representar, até um ano antes do pleito. Já a Reforma Política a ser sancionada passou a exigir do candidato filiação a partido político seis meses antes da eleição. A reforma também introduziu a possibilidade de mudança de partido nos 30 dias anteriores a esse prazo de seis meses, é a chamada janela migratória. Outra mudança é o fim das doações empresariais e a redução das campanhas no rádio e na televisão que passaram de 45 para 35 dias.

MPE encaminha ao TSE parecer contrário a criação do PL

Terça 29 Set 2015 - 08h22




MPE encaminha ao TSE parecer contrário a criação do PL

O Ministério Público Eleitoral (MPE) encaminhou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um parecer contrário ao registro do Partido Liberal (PL), em resposta a recurso à decisão da corte de rejeitar o pedido de criação da legenda por falta de assinaturas de apoiadores, exigidas por lei. Segundo informações da Agência Brasil, O TSE deve julgar a questão ainda nesta semana. Para a sigla já entrar no pleito do próximo ano, o registro precisa ser concedido até a esta sexta-feira (2), um ano antes das eleições, conforme estabelecido pela regra eleitoral. O PL validou 440 mil assinaturas, aponta o parecer – são necessárias mais 46 mil para alcançar o número mínimo requisitado.

 

Fonte - Bahia Notícias